Sim, podemos transformar. Frei Afonso mostrou isso!

Por: Júnior Chisté
04/08/2017 08:38 - Atualizado em 04/08/2017 08:39
Tamanho da fonte: A A
Primeiro Coral, da primeira turma, dos primeiros integrantes (Foto: Divulgação/LÊ) Primeiro Coral, da primeira turma, dos primeiros integrantes (Foto: Divulgação/LÊ)

Ler uma partitura, saber entoar o canto exatamente no tom de tal maneira que todos que compõem um coro possam fazer de uma perfeição singular.

Quantos homens teriam essa vontade, esse potencial para chegar em um dos municípios mais pequenos de Santa Catarina (isso há 40 anos) e estabelecer que meninos e meninas pudessem cantar melodias conhecidas no mundo todo e através delas fazer de um coral o destaque no estado e ser conhecido em todo o Brasil?

Frei Afonso Vogel é uma daquelas pessoas que Deus nos colocou exatamente na geração em que estamos vivendo para nos mostrar que quando se tem objetivos, quando se tem ideais fortificados no trabalho árduo, nada ultrapassa essa fome de chegar ao objetivo.

Lembro-me do Frei não de agora, lembro-me do Frei Afonso forte, robusto, diante de seu Coral como se comandasse seu exército de vozes, fazendo caretas para que todos dessem o melhor de si.

Essa é a imagem que levarei para sempre deste senhor, deste gênio da música e da fé, da vontade e da perseverança.

Passou por aqui um gênio, um mestre, alguém que estará impregnado em nós pelo resto de nossas vidas.

Cada família tem algo pra contar do Frei Afonso.

Alguém um dia ofereceu pouso para um dos meninos cantores vindos de vários lugares do Brasil e da América do Sul quando do Congresso realizado aqui em Xaxim.

Meninos e meninas cantores que foram um dia, hoje com suas famílias estão explicando aos seus filhos e quiçá até para seus netos quem foi e o que fazia Frei Afonso.

Xaxim ontem pela manhã estava obscuro, cinzento, modorrento...

Eu não sabia como fazia no rádio... por uns instantes pessoas, famílias começaram a ligar, a mandar mensagens e simplesmente pedir para falar o nome de suas famílias agradecendo ao Frei Afonso por tudo.

Assim se vão os heróis, os grandes homens, aqueles que deixarão seu legado...

Como disse Mário Quintana um dia que gostaria de ter em sua lápide a frase "eu não estou aqui", serve também para o nosso Frei Afonso.

Ele não estará sepultado no Cemitério Municipal, ele estará em todas as flautas doces que continuarão tocando lindas canções, nas famílias de quem pelo coral passou, nas celebrações nas quais boa parte da população participou.

Ele, o Frei Afonso, viverá para sempre em Xaxim, por isso ele fazia questão de ser sepultado aqui, ele sabia que aqui jamais morreria.

Tags:
Frei Afonso
Rua Rui Barbosa, 328 - Centro
Xaxim/SC. CEP 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 8504-6814