Vai que é sua, Zé Caramori

Por: Marcos Schettini
27/11/2017 14:18 - Atualizado em 27/11/2017 14:18
Tamanho da fonte: A A

Ainda não definido se vai mesmo para deputado estadual, duvidoso se é este o objetivo de seu projeto para 2018, o ex-prefeito de Chapecó, ora sim, ora não, observa a porteira escancarada para esta intenção, mas não motivou-se por completo. Os prefeitos têm aberto o voto se ele assumir o jogo para começar a desenhar a agenda que deverá cumprir já em janeiro em toda a região Oeste. Na sexta-feira, na abertura do Natal em Xaxim, a presença de vários dos chefes municipais, sinalizou para que coloque seu nome à disposição do projeto. Se não aceitar, Américo Nascimento ou um vereador, João Marques Rosa, podem cumprir o vazio. Chapecó não ficará sem nome para a Assembleia.


Cunha

Júlio Garcia entrou mesmo com o interesse, a pedido, de dividir o PSD do Oeste para beneficiar sua aproximação com o PMDB e garantir a Raimundo Colombo, sua chegada triunfal ao Senado sentado em casa. Ficando fácil.

Útil

João Rodrigues não teve a importância para o governador. Colombo ignorou-o completamente no 2º mandato, espaço que deputado federal sonhara volta à Secretaria de Agricultura. Como quer um Senado folgado, agora têm valor.

Plantio

João Rodrigues tem boa performance política no Sul justamente pela construção positiva de sua passagem pela Agricultura. Foi aí que, fazendo acontecer, plantou 135 mil votos em 2010 e colheu o dobro em 2014. Solo fértil.

Divisão

Júlio Garcia não age só. As movimentações feitas por ele tem a água benta do padre lageano. Enquanto Gelson Merisio ficou construindo o projeto do Oeste por 8 anos, o sulista conseguiu esfarelar em dois. Destruir, ao contrário, é mais fácil.

Chamamento

É no cérebro de Júlio Garcia que João Rodrigues conseguiu ser útil para Raimundo Colombo que, depois da JBS, percebe-se necessário junto ao PMDB. Se os Ulyssistas têm mais de 60% do 2º mandato, previa-se este movimento.

Novidade?

Gelson Merisio sempre soube que a maior dificuldade que tem para pavimentar sua chegada à principal Cadeira de SC, era dentro do PSD. Até porque, conhecendo seu parceiro de potencial popular no Oeste, também quer o espaço.

Fechado

O empresariado é que, enfurecido, não quer ser usado como brinquedo eleitoral nesta fraticida jogada eleitoral que Júlio Garcia produziu nos interesses do Oeste. A maioria absoluta está fechada com Merisio. Mesmo silenciosos.

Também

Mobilizando os prefeitos para produzir o efeito de unidade nos propósitos, Gigante Buligon arregaça as mangas pró Merisio. Esta semana, até começo de fevereiro, vai mexer nesta direção. Fechadíssimo e sem volta.


Rua Rui Barbosa, 328 - Centro
Xaxim/SC. CEP 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 8504-6814