Engenhoca de interesses em SC

Por: Marcos Schettini
04/12/2017 11:34 - Atualizado em 04/12/2017 11:34
Tamanho da fonte: A A

Para consolidar seu projeto de ser governador, João Rodrigues vai ter que bater no PMDB. Assumir o papel de costura com os partidos anti, desafiar o governador que quer o Senado nas bênçãos dos ulyssistas e virar as costas para o PP. Começa quando? Raciocínio simples, se Eduardo Moreira assumir o governo, vai buscar a reeleição e Colombo abraçar a Tríplice pelo Senado. Fora isso, sabe que os buracos de seu governo iriam para conhecimento público. Além, claro, das dúvidas da Odebrecht que pesa muito e que o partido de Mariani iria explorar. Tudo em casa, ninguém fala de ninguém.

Incentivo

Zé Cláudio Caramori está completamente feliz da lembrança de seu nome para deputado estadual e, na região, começam a reação em favor de seu nome. O que tem atrapalhado, para ganhar gás, é a divisão do partido gerado em Chapecó.

Decisão

O ex-prefeito de Chapecó é um grande homem público. Tem compromisso com a cidade e sua história de moral e transparência, lhe oferecem uma candidatura a estadual forte. Caramori vai conversar com o partido, JR e GM, e bater o martelo.

Encontrão

João Rodrigues recebe hoje vários prefeitos em sua casa política na Capital e vai dizer porque está na luta pela indicação de seu nome na majoritária. Quer mandar o recado de motivação que entende ser o ideal para se consolidar.

Pois

Da mesma forma, Gelson Merisio se mantém costurando os desafios para se consolidar na liderança deste projeto político que ele começou há cerca de dois anos quando se reelegeu presidente da Assembleia mostrando poder de articulação.

Respostas

Gelson Merisio entende os movimentos que deverá fazer para consolidar o caminho para chegar ao governo. Sabe que alinhar o Nacional e o Estadual, dentro de um processo de certeza, é sim um grande trunfo para mostrar habilidade.

Canal

Júlio Garcia utilizou-se do que poderia ser mais eficiente, sem muito trabalho, para esfarelar o projeto do Oeste. Quando colocou JR na jogada, tem tempo suficiente para consolidar seu nome para ser, lá na frente, o nome da majoritária. Aguardar.

Fora

O recado de Mauro Mariani para tirar Udo Döhler da jogada, é um péssimo sinal para Júlio Garcia que deseja, muito, a coligação com PMDB na cabeça. O deputado ulyssista abre para todos, menos para o joinvillense. Forte decisão.

Decisão

À medida que manda um recado para Udo, afirmando que, em outras palavras, é uma carta fora do baralho, Mauro Mariani impõe-se. Se não for, sua lista primária é o de Dário Berger. O senador, quieto, esperas cair no colo os pedidos.

Vice?

João Rodrigues sonha em ser vice de Dário Berger. O senador da Capital tem recursos, pessoais, para bancar a própria campanha. E se o deputado federal entrar na chapa, terá que ser por outro partido. O PSD já assumiu o anti PMDB.


Seletivo Unochapecó
Rua Rui Barbosa, 328 - Centro
Xaxim/SC. CEP 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 8504-6814