Papo Justo | Faltam 4 dias!

Por: Diego Barbiero
03/10/2018 10:20 - Atualizado em 03/10/2018 10:24
Tamanho da fonte: A A

Amigos leitores. Estamos a apenas 4 dias das eleições de 2018. Dando continuidade ao que foram as eleições de 2014, só que com mais intensidade, os dias que antecedem essa votação de 7 de outubro (que será histórica do ponto de vista democrático) estão marcados pela esperança e pelo medo; pela tentativa de diálogo por uns e pelo combate (literal) de outros em razão de posicionamentos não só ideológicos, mas muitas vezes pessoais.

Então, hoje, peço-lhes paciência para poder me alongar um pouco mais na coluna. E faço isso porque muitas pessoas têm pedido minha opinião sobre em quem votar. Logo, vou tentar, na medida do possível e sem qualquer pretensão político-ideológica, dar uma pequena contribuição – se é que me permitem – para esse momento tão importante.

Vou deixar, aqui, algumas dicas para a escolha de seu(ua)(s) candidato(a)(s):

Regra 1. É a regra que eu chamo “de ouro”. O voto é SECRETO e PESSOAL. Ninguém precisa saber em quem você está votando, tampouco terá acesso ao voto por você registrado na urna. Assim, em NENHUMA HIPÓTESE forneça os dados de seu título a qualquer pessoa, pois o resguardo desses dados garante o sigilo de sua escolha.

Regra 2. DESCONFIE de quem lhe oferece “vantagens” para a opção por um(a) ou outro(a) candidato(a). É uma questão matemática: a mão que oferece a “ajuda” agora é a mesma que vai, possivelmente, no futuro, querer a devolução do “favor”; um benefício individual agora pode resultar numa tragédia coletiva no futuro.

Regra 3. Tá, eu sei que o sistema político é confuso e as diretrizes partidárias não são fielmente seguidas. Mas, mesmo assim, tente iniciar a busca de seu(ua)(s) candidato(a)(s) analisando o perfil dos partidos existentes. Há muitos? Sim...eu sei...há...mas todos eles têm um estatuto que traça as principais linhas de atuação. Esses estatutos são facilmente encontrados na internet, na página de cada partido.

Regra 4. É muito importante tentar entender o que faz um(a) presidente, um(a) senador(a), um(a) deputado(a) federal, um(a) governador(a) e um(a) deputado(a) estadual. Sabe onde você pode ver isso? Na nossa Constituição, que, aliás, esse ano completa 30 anos de sua promulgação! Ela é nosso principal documento jurídico e, se for do nosso interesse continuar vivendo em uma República Federativa e em um Estado Constitucional e Democrático de Direito, é ela que devemos defender. A nossa Constituição também pode ser facilmente acessada pela internet.

Regra 5. Agora que você já entende um pouco do que o ocupante de cada cargo pode fazer, DESCONFIE do(a)(s) candidato(a)(s) que prometem realizações que não estão dentro de suas atribuições, pois, nesse caso, ou a proposta tem apenas um cunho eleitoreiro ou, mais grave, indica uma tendência ao rompimento da ordem constitucional vigente.

Regra 6. Se você deseja a melhoria do sistema político, PREFIRA eleger candidatos(as) que tenham um passado limpo e que sejam comprometidos com a democracia. O passado dos(as) candidatos(as), especificamente no que se refere a processos judiciais, também pode ser facilmente consultado pela internet.

Então? Gostaram das dicas? Espero ter ajudado! E espero, sinceramente, que nada do que está por vir seja maior que o espírito democrático da nossa constituinte de 88 e que, independentemente dos resultados, possamos avançar como civilização. Não fujamos da luta – ou melhor, do exercício do poder democrático, por meio do voto – quando a nossa mãe gentil, nossa pátria amada, mais precisa de nós.


Sicoob - Home

Avenida Plínio Arlindo De Nês, 1105, Sala 202 - Centro
Xaxim - Santa Catarina
CEP: 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 99997-9025