Close Menu

Busque por Palavra Chave

Flic - Mobile

Editorial | O Brasil é patético e mentiroso

Por: LÊ NOTÍCIAS
01/07/2019 00:52

As denúncias sobre acordos entre Sérgio Moro e Deltan Dallagnol que o jornalista Glenn Greenwald, profissional consagrado no mundo, recebeu de um hacker, sofre uma tremenda desconstrução por parte da extrema-direita que não aceita, sob hipótese nenhuma, ser questionada em nada que diz respeito ao seu controle do Poder.

Qualquer que se já o questionamento, surgem vários vídeos, fotos, áudios, muito bem elaborados por um grupo pensante de alas da ultradireita, para buscar destruir fatos verdadeiros que ganham força na população porque não têm conhecimento e domínio da informação e acabam, por isso, caindo na cilada de rebater todas as verdades. Por que isso ocorre? Falta plena de instrução. A culpa, neste caso, é do PT mesmo.
O Partido dos Trabalhadores, que entrou no poder rompendo com as centenas de anos de domínio da direita, seja ela em que camada estivesse, não percebeu que um dia, ganhando sempre, iria perder para as forças que não tinha comando pleno como o Legislativo e Judiciário. Imaginaram que iriam ficar no poder, sendo eleito sempre, e nunca iriam ser derrubados. A mesma camada de pobres que levou o partido ao poder, defendendo um sonho de vida que nunca receberam até a tomada dos trabalhadores no Executivo, entenderam que era o momento da distribuição de renda, reforma agrária, oportunidades para quem produz e, mais do que isso, a sonhada Educação, conhecimento, destruição da ignorância. Se não na sua totalidade, mas na plenitude desta intenção.
As forças de domínio das informações, em conjunto, se uniram para difamar, o quanto podiam, para tirar Lula da Silva ainda no 1º mandato. Foi reeleito e, ao sair, tinha mais de 85% de aprovação da sociedade. Ao entrar Dilma, a mesma situação. No 2º mandato, depois de vencer quatro consecutivas, a direita entendeu que seria o momento, como nunca, de derrubar pelas vias do impeachment de meras pedaladas porque, só assim, sem outra chance, tirariam a presidente eleita com 54 milhões de votos sobre um bandido chamado Aécio Neves.
Ele, ao lado de Eduardo Cunha, Michel Temer, imprensa, derrubou a presidente Rousseff para assumir o controle do poder. O bandido sempre esteve dentro das esferas do poder. E para matar Lula da Silva, foi preciso forjar sua condenação sem provas.
Por isso que as conversas, hackeadas do celular do agora ministro da Justiça, abertamente um mentiroso, ganhou seu espaço no governo a qual tinha identidade. Deixou de ser juiz, com uma poupança de vida garantida, para ser um político como que o presente recebido pelas ofertas judiciais que distribuiu em tempo em que estava em Curitiba.
O hacker revelou ao jornalista tudo como foi a condenação, porque ela ocorreu e em favor de quem mas, mesmo assim, a ultradireita busca destruir a imagem do jornalista que ganhou o prêmio Pulitzer, o maior do mundo para a categoria. Ele foi quem revelou as escutas telefônicas da CIA em relação aos Chefes de Estado de vários países, incluindo o Brasil, para tirar informações que dessem dianteira tecnológica e domínio do capital do mundo, ou seja, todas as riquezas minerais e seus derivados, pela hegemonia internacional.
Mas no Brasil, o jornalista, como ficou claro ontem, é hostilizado e afrontado para sair do país. Isso mostra, claramente, que o brasileiro é ignorante. Não tem conhecimento suficiente para viver sua realidade e é incapaz de questionar sua existência e seu modo de vida. Ele deixou de ser controlado pela TV e a grande mídia, para ser dominado pelas redes sociais, principalmente o WhatsApp, que bombardeia diariamente loucuras e mentiras que recebe a cada segundo.
A ultradireita sabe disso. Não é à toa que multiplicam, quando recebem todo o lixo tóxico que destrói sua capacidade de observar as coisas, meleca-se destas fezes e multiplica com seus conhecidos a mesma merda recebida. Por que isso ocorre? Como foi falado acima, são ignorantes, tem falta de conhecimento e instrução baixa. Não raciocinam e, sem poder se defender porque não tem argumentos para combater, abraçam as mentiras e multiplicam. O Brasil está cada dia mais burro.
O que se viu ontem nas manifestações em favor de Moro e de Bolsonaro, casado com a Reforma da Previdência e Tributária, é a cara do momento. Como não tem como saber se é bom para sua família pobre, ele abraça as causas dos ricos.
A situação foi de fato revertida. Não se sabe como tudo isso vai ter um fim e o que se está sendo aguardado para mais adiante. Hoje, novamente, a maioria absoluta do país, incluso tudo, ricos e pobres, estes em infinita maioria, aplaudem tudo o que está acontecendo. Seria como um assaltante entrar na casa da pessoa, ele saber quem é e, assim mesmo, abre a porta sem que ela seja arrombada.
É um convite que as classes simples têm feito aos seus piores algozes, torturadores, para assumir o controle da sua vida e, se possível, com muitas chibatadas para cortar a carne e desfalecer. Tudo o que se está vendo, parece uma miragem, algo incapaz de ser imaginado. A minoria, dotada de todas as forças ao seu lado, Justiça, Legislativo, Executivo que, comandando tudo que está abaixo, constrói a destruição dos sonhos das pessoas simples.
Elas, vendo sua carne cortada, sangrando, imagina ser para seu benefício. Ou seja, corte na própria carne que, lá na frente, você vai ver que sua vida vai ser melhorada. A tese está dando certo e o domínio colocou as dúvidas para serem pisadas com o coturno da insensatez, ignorância e falta de bom senso. O povo, sem saber, é levado ao matadouro aguardando a vez de sua morte. Já não tem nada porque estão lhe tirando tudo. Se a parte material está quase destruída, a esperança está praticamente morta.
O Brasil piorou e vai levar todos, inocentes e ignorantes, à morte. Se mentem dizendo que a prosperidade se alcança com sacrifícios, afirmando que tem que matar os bandidos que está no Poder, foram eles, os atuais mandatários do Brasil quem criou-os todos, colocar os corruptos na cadeia que eles mesmos o são, vender as propriedades do povo brasileiro que vão cair no colo deles mesmos, sua soberania completamente destruída, é porque de fato chegou ao fim.
Não se sabe o que vai acontecer, mas em um determinado momento, quando o silêncio for quebrado, todo o grito contido e a verdade vai emergir como o sol e trazer todos à luz. Hoje, todos estão nas trevas do engano, sujeição e da mentira.
Pobre país, a única verdade é que, dialeticamente, é impossível que toda esta mentira e vergonha possa se sustentar. Possa ser que tudo isso fique por um grande tempo, talvez décadas, talvez horas, mas vai cair. É como uma fruta que, não colhida, amadurece e, no seu tempo, cai por esta força ou por apodrecer mesmo.
E, embora não saibam e não observem, aos poucos, já está sendo corcomida, tornando-se vulnerável, vai se enfraquecendo e cair por terra. É só aguardar. A minoria nunca, em nenhum momento da história, venceu por muito tempo. Neste caso, tem que armar, mesmo, todas as pessoas. Armas livres para todos!


Brasão
Flic - Sâo Lourenço do Oeste

Avenida Plínio Arlindo De Nês, 1105, Sala 202 - Centro
Xaxim - Santa Catarina
CEP: 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 99997-9025