Close Menu

Busque por Palavra Chave

Editorial | Parar tudo desde já!

Por: LÊ NOTÍCIAS
17/03/2020 13:46

O Brasil não tem estrutura para segurar a onda do coronavírus. A represa está quase estourando e não tem outra solução que não fechar tudo, agora, desde já. A doença cresce em progressão geométrica e as ações em aritméticas. Não há saídas imediatas que não seja o de dar respostas agora, neste momento.

O Governo Federal tem agido dentro das limitações, embora o presidente da República seja um atrapalhado, inconsequente e desastroso em suas falácias cheias de ódio e idiotice.

O ministro Luiz Henrique Mandetta tem demonstrado responsabilidade, mas o chefe da Nação brinca de surfar na irresponsabilidade. Mais que ter afinidade ideológica, ser partidário do modo de governabilidade, é ter respeito pelas medidas tomadas.

O presidente não assume absolutamente nada de responsabilidade. Ao contrário, faz festa, tira foto, anda livre ao lado de apoiadores cegos e insensatos. Se quer derrubar o Congresso e o STF, deve ser nas urnas. Fechar o Congresso e o Supremo, os dois Poderes paralelos, mostra um governo patético, sem a responsabilidade necessária para exercer o cargo.

O correto, muito mesmo neste momento, é parar tudo. Fechar todas as instâncias públicas, transporte público, escolas. Radicalizar. Não é uma questão de pavor ou terror, todos já estão aterrorizados e em pavor profundo. As medidas que devem ser tomadas, agora, não são apenas inteligência, mas precaução, prudência, respeito.

A epidemia, que agora é pandemia, está plenamente em explosão. A mureta da barragem já está sendo rachada. Vai rachando aos poucos, lentamente, mas de modo ininterrupto. Isso quer dizer que, a multiplicação sem controle do coronavírus vai explodir nos próximos dias. Acontecendo isso, o país não está preparado para um surto que vai acontecer logo mais à frente. Serão mais de 500 mil casos em, no máximo, 3 semanas. Como isso vai acontecer, é preciso decidir agora o que deve de ter imediatamente.

A Itália, país de primeiro mundo, levou em banho-maria a questão da doença e, quando ela estourou descontroladamente, morreram 368 pessoas apenas neste domingo (15), totalizando mais de 1.800 mortes.

Fechar tudo agora. Tudo. Sem exceção. Fazer as pessoas ficarem casa e levar a vida com a seriedade. Se descuidar, tudo explode.


Vederti Mobile
Sicoob Mobile
Rech Mobile
Unoesc Xaxim - Pós Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plíno Arlindo Nês, 1105, Sala, 202, Centro