Close Menu

Busque por Palavra Chave

Identidade: mulher! | Dia Internacional da Mulher

Por: Ivânia Zardo Barbiero
10/03/2020 10:57
Tamanho da fonte: A A

Queridos leitores, escrever para vocês nessa data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher requer um tanto de responsabilidade acerca do que iremos transmitir.

Particularmente não vejo essa data como um evento comercial de troca de presentes, mas sim, para que a humanidade reflita sobre aonde se tem colocado esse ser denominado

Mulher. Como dizia o compositor e cantor Erasmo Carlos em um clássico de suas criações, “dizem que a mulher é sexo frágil, mas que mentira absurda”, sim, podemos afirmar quão forte é esse ser no mundo. Um ser com tripla jornada de trabalho e que ainda não atingiu os seus ideais de igualdade.

O chamado Dia Internacional da Mulher só foi oficializado em 1975, ano que a ONU intitulou de Ano Internacional da Mulher para lembrar suas conquistas políticas e sociais.

Ao longo do tempo vem-se comemorando essa data em diversos países em que as mulheres lutam pelas mesmas causas, a igualdade de gênero e o salário digno. Porém, há de se lembrar que muitos problemas ainda precisam ser resolvidos como os da violência contra a mulher, do feminicídio, do aborto, e da própria diferença salarial.

E em se falando de violência, a Organização Mundial da Saúde coloca o Brasil no 5º lugar entre os países que mais matam mulheres no mundo no contexto doméstico e familiar.

No entanto o que se percebe é que hoje, com apoio de diversas entidades, a mulher consegue dar voz ao seu sofrimento, consegue falar sobre os problemas. Percebo que há não muito tempo atrás, se escondia isso. Tudo ficava entre quatro paredes. Antes, esses problemas eram mais aceitos, pareciam normais, a mulher calava frente a violência física e psicológica, hoje não.

É dessa forma que eu vejo a comemoração do Dia Internacional da Mulher, dia de luta pelo direito de ser simplesmente Mulher, mesmo que essa data de importância histórica levantou problemas que ainda não conseguimos resolver: desigualdade de gênero permanecem até nossos dias e as condições de trabalho são piores para as mulheres.

Abraços a todos!


Sicoob 2018 - Home
Vederti Chapecó
Unoesc Xaxim - Pós
Rech

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plíno Arlindo Nês, 1105, Sala, 202, Centro