Na Essência | Quem? Onde? Existem ainda?

Por: Júnior Chisté
30/01/2019 10:32
Tamanho da fonte: A A

Ela, advogada, em torno dos seus 27 ou 28 anos de idade presumo eu, em uma conversa rápida em um ponto comercial exclama o que a maioria das pessoas nos dias de hoje se deparam, a falta de comprometimento, de princípios, de valores, do amor próprio e do amor ao próximo especialmente quando falamos entre homem e mulher e vá lá entre dois seres para se constituir uma família.

Diz ela que os homens somente a querem para "aqueles" momentos e sabe que também, por outro lado, as mulheres de hoje em dia mostram-se cada vez mais liberais, independentes e fazem frente a qualquer homem, até nesses terríveis hábitos e comportamentos.

O mundo mudou e com ele as pessoas mudaram de uma forma totalmente drástica demais.

Não se tem mais o AMOR como ingrediente máximo de qualquer relação, se tem sim interesses, sem tem sim o fato de se ter alguém por perto para se passar alguns momentos prazerosos e nada mais.

E depois o que fica? O vazio? A liquidez? A falta do que é verdadeiro e do que trás o sentimento real de se estar vivo e fazendo parte de emoções frutíferas que nos darão sustentação sempre com mais desenvoltura ao nosso desenvolvimento.

Permita-se ser diferente ao mundo.

O que vemos hoje é a ridicularização musical, o pega lá dá cá, o prazer por prazer e tão somente.

O que é o seu corpo pra você? O que ele significa? O que seus atos de hoje representarão amanhã? Tem certeza que em absoluto nada?

Se lê cada vez menos, emociona-se cada vez menos, conversa-se cada vez menos, conhecemos as pessoas cada vez menos.

Cada vez mais o culto à beleza, ao sexo, às drogas lícitas e ilícitas e é só o que importa.

Roupas cada vez mais curtas, quantos seguidores, curtidas, likes e comentários mais "estou abafando."

Meu mundo é o virtual, o real é sempre e será o segundo plano.

O bom mesmo é impressionar, ser melhor que ele, que ela, causar e ousar, isso é o que me faz viver...assim pensam a maioria!

As próprias redes sociais se encarregam de fazer com que você tenha um comportamento assim.

Vá para festas, use roupas provocantes, fique ao lado de pessoas tidas com belas e será mais visto ou procurado.

Tenha uma vida regrada e poucos lhe darão atenção, você estará "fora da curva."

O que eu respondi pra essa amiga advogada?

"Embora façamos parte deste mundo haverão sim, sempre, homens e mulheres interessantes em todos os aspectos, basta que você, enquanto não encontre determinada pessoa não faça algo com que se arrependa e nem estrague o bem mais precioso, sua reputação, seus princípios, sua consciência. Enquanto isso, sobre sempre tempo para ser feliz."

E eu contínuo fazendo sempre as mesmas coisas, indiferente do que o mundo se apresenta, pois sei que é através das minhas ações que colherei o que planto hoje.

A lei da semeadura é uma das maiores verdades existentes em nossa estada aqui.


Sicoob 2018 - Home

Avenida Plínio Arlindo De Nês, 1105, Sala 202 - Centro
Xaxim - Santa Catarina
CEP: 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 99997-9025