Close Menu

Busque por Palavra Chave

Na Essência | Sim, o fracasso é salutar!

Por: Júnior Chisté
31/05/2019 11:02
Tamanho da fonte: A A

As redes sociais estão cheias de histórias bacanas de superação, sucesso e vitórias. Infelizmente neste mundo virtual o espaço para se falar sobre fracasso está cada vez menor. Eu sinceramente acredito que as pessoas estão cada vez mais sedentas por histórias que as inspirem e infelizmente algumas acreditam cada vez mais que o sucesso é um caminho rápido, fácil e indolor. Mas leia, inspire-se e volte a se reencontrar, ou seja, olhe pra você e veja suas virtudes e potencialidades.

Quem dera!

Então, através deste e-mail semanal, na condição de Psicólogo e Master Trainer resolvi lhe falar a verdade nua e crua, sim aquela que machuca e assusta qualquer profissional: O fracasso! Obviamente, para quem tem uma reputação a zelar ou precisa se vender por meio digital é bem mais fácil contar uma história ocultando todos os perrengues e dificuldades de suas vivências, mas tenho certeza que todos (sem exceção) já amargaram algum tipo de fracasso.

Cara, fracassar faz parte da vida, não dá pra acertar sempre e se fosse, seria monótono demais! É por isso que estou aqui para te escrever sobre o lado bonito do erro. Sim, existe algo de bom no fracasso, aliás acredito piamente que muito mais do que na vitória! Quando agimos sabiamente e de cada obstáculo tirarmos ensinamentos, seremos cedo ou tarde, vencedores de nossa própria história.
Presta atenção neste velho adágio popular: "Todo mundo vê as pingas que tomo, mas não os tombos que levo". Uma frase simples, diria até grotesca e que contém uma profundidade gigantesca que poucos conseguem apreciar. Você está vencendo? Lá vem as pessoas lhe dizerem "poxa, você está tendo uma sorte danada". Essas pessoas sabem o quanto você tem se esforçado, engajado e aderido a uma disciplina fantástica para alcançar resultados?

A verdade é que ninguém gosta de se sentir exposto por um erro ou fracasso, imagine então no ambiente do trabalho? A insegurança bate forte, os olhares parecem maiores quando você passa no corredor e a impressão é que você está em débito com a empresa. A cultura do erro zero destrói severamente carreiras que poderiam ser brilhantes pelo simples fato do julgamento exagerado, levando o talento exposto a se achar um verdadeiro fracasso, quando na verdade ele só teve um ato ou ideia equivocada.

É cruel demais rotular uma pessoa por apenas um erro, mas o mundo está cheio de histórias de como as pessoas acabam com as outras, isolando-as como se tivessem a pior doença contagiosa do mundo. E aí meu amigo(a) se você não tiver uma mente forte, você vai sofrer DEMAIS!

A beleza de errar e fracassar sem achar que isso é o fim do mundo!
Se você já compreendeu que um erro não te define como pessoa ou profissional, chegou a hora de canalizar suas forças para ver os ótimos aprendizados que você pode tirar de pequeno tropeço:

1. Seja humilde: Não negue seus erros
O primeiro passo para se sentir melhor diante de um fracasso é reconhecer legitimamente que ele ocorreu de VERDADE. Encare literalmente a realidade, pelo que você está passando, pare de mascarar o que está sentindo. Parece bobo falar isso, mas não é. Quando estamos acuados, nossos extintos mais selvagens afloram e costumamos negar o erro, ou pior ainda a nossa parcela nele. Uma prática errada, mas nem por isso citarei que quando isso acontece é por má fé, mas por imaturidade ou medo. Sei que é complicado, mas assumir que errou já é boa parte de sua redenção, vá por mim, isso se chama: Humildade!


2. Seja justo: Não condene apenas uma pessoa ou área pelo erro
Tentar corrigir as coisas é a segunda etapa para seguir adiante. Pra isso é necessário azeitar as arestas com todos os responsáveis que colaboraram para que o erro acontecesse. O que vejo com frequência é pessoas e setores tentando abafar as origens do problema como se isso fosse possível para construir uma solução. Então, será preciso sim apontar exatamente cada etapa e pedaço de responsabilidade para que todos estejam engajados na correção. Fazer isso é o exercício mais difícil de negociação e comunicação que você como profissional vai encarar, mas vai por mim, é melhor ser honesto e justo!


3. Seja crítico: Aprenda com seus erros
A terceira etapa para demonstrar maturidade diante de um fracasso é ter a maturidade e criatividade consigo mesmo, observando quais habilidades você deveria ter aplicado para que os erros fossem evitados. Ter mais atenção? Ser mais organizado? Ter cobrado seu time na medida certa? Estas são perguntas que tenho certeza absoluta que você terá suas próprias respostas! Avalie se você precisa estudar mais sobre um determinado assunto técnico, ter um mentor para compreender seu ambiente político, ou simplesmente treine suas competências comportamentais, tenho certeza que você sairá mais forte do que antes de ter fracassado!


4. Seja inteligente: Evite seus erros em uma nova ocasião
Já ouviu as expressões: "Quem bate esquece, quem apanha não"? Ou "Gato escaldado tem medo de água fria"? Elas são totalmente aplicáveis no nosso mundo corporativo e até em nossa vida pessoal. A verdade é que quem erra e sabe o quanto aquela situação pode ser constrangedora, começa a ter muito mais cuidado do que antes. Isso te ajuda a formar uma parcela importante do que os gurus chamam de inteligência emocional.

Portanto, evitar que erros se repitam faz parte do aprendizado que apenas quem já sofreu com o fracasso podem ter. Você pode ler mil receitas de sucesso, elas te dão um norte, mas se você não viveu, aquilo jamais terá lhe tocado ao ponto de se cercar ao máximo de cuidados. Faça um banco de situações vividas por você em sua cabeça, crie gatilhos para comparar cenários e assim você se lembrará dos erros cometidos e como evitá-los!

Sim sei, isso pode ser chato e embaraçoso, mas quem nunca errou que atire a primeira pedra! Se você fracassou hoje, amanhã estará mais forte para acertar e acertar GRANDE! Nunca abaixe sua cabeça para um fracasso, a vida é feita de milhares deles, mas outros milhares de acertos!

Sicoob 2018 - Home
Brasão
Avenida Plínio Arlindo De Nês, 1105, Sala 202 - Centro
Xaxim - Santa Catarina
CEP: 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 99997-9025