Close Menu

Busque por Palavra Chave

Na Essência | Amar é aceitar!

Por: Júnior Chisté
03/06/2019 08:43 - Atualizado em 03/06/2019 08:47
Tamanho da fonte: A A

A vida e suas experiências nos tornam mais sabedores do que realmente queremos.

Estamos sempre buscando o ideal.

Quando estamos apaixonados formamos uma imagem mental sobre a outra pessoa e muitas vezes tal imagem pode ser muito diferente da realidade.

Apaixonar-se é abraçar o que se idealiza em dois, a começar pela cumplicidade, respeito e aceitação.

Mas nem sempre eu, ou a outra pessoa estarão certas em tudo que pensam ou interpretam.

Será que o amor só existe quando o outro é tudo para nós, quando é a pessoa ideal que queríamos?

Ou será que amar envolve aceitar o não ideal em nós e nos outros?

Aliás, existe a pessoa ideal? O relacionamento perfeito?

Não podemos ser tudo para o outro, bem como o outro não pode ser tudo para nós. Há uma perda, uma falta em cada um de nós em nossos relacionamentos.

Não aceitar essa condição é alimentar falsas expectativas.

Uma pergunta que você pode fazer e deve a si mesmo é: o que eu posso ser para o outro? O que de bom eu posso oferecer?

O amor maduro não é apenas um sentimento. A paixão romântica não é amor, porque ela muda com o tempo.

Quando começarmos a aceitar a nossa falta, nossa perda sem revolta, sem fugir dela, algum alívio começar a surgir.

Então, que possamos pensar melhor e decidir tratar as pessoas da melhor maneira possível apesar de algumas desilusões, apesar de alguns tropeços.

Afinal, não é isso afeto? A compreensão?

Escolha algo não pelo momento em que você está vivendo, escolha algo para ser anos, talvez durar para SEMPRE.

Essa é a escolha que você deverá fazer!

Amar envolve aceitar o não ideal em nós e nas outras pessoas.


Sicoob 2018 - Home
Brasão
Avenida Plínio Arlindo De Nês, 1105, Sala 202 - Centro
Xaxim - Santa Catarina
CEP: 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 99997-9025