Close Menu

Busque por Palavra Chave

Agosto Lilás eterno; Balança eleitoral de Joinville; Ninfo König voz da oposição; Gean Loureiro operário popular; MDB em busca do MDB

Por: Marcos Schettini
12/08/2019 01:51
Tamanho da fonte: A A

O MDB na obrigação de 2020

Não há, ainda, uma dimensão do que o enfrentamento entre Celso Maldaner e Dário Berger vai trazer para o processo eleitoral do ano que vem. Um do Extremo-Oeste, outro do litoral, um deputado federal, outro senador, as diferenças entre ambos são grandiosas. Não somente pela história de cada um, mas pelas amarras feitas em 2019. O atual presidente, que venceu um pleito interno por 8 votos, tem uma trena no bolso de trás para entender qual é o espaço que, mesmo ganhando, precisa dominar pelo todo. Ao falar em nome do maior partido de SC, aquele que ficou em 3º no pleito passado, é preciso entender sua unidade e força política. Sob o comando de Romero Jucá no cenário nacional, mergulhado em denúncias de corrupção, no 2º turno votou em peso para Carlos Moisés, o mesmo que, com controle do Estado, é seu maior algoz. Será difícil o coletivo ulyssista convencer o eleitor de que é um novo em tudo, isto é, roupagem, ideias e comando. Se isso é um discurso, o PSL que o MDB apoiou, afina o chicote. Se tivesse dado Gelson Merisio, o entendimento seria outro. A eleição do ano que vem é a prova dos nove para todos.


Violência
Agosto Lilás, dedicado às discussões em torno da violência contra as mulheres, ganhou o debate ainda maior, pelo aumento deste tipo de terrorismo não só por maridos completamente insanos e ciumentos, mas tudo que cerca o tema.

Real
O tema sobre violência, de todos os tipos, mulher, homem, trânsito, levados às escolas, pode contribuir com a educação das crianças e construir um futuro de tolerância. A sociedade refém dela mesma, tem feito o contrário.

Teses
A frase clichê dizendo ser necessário educar as crianças para não punir os homens, chega suave às discussões que imprimem enfrentamentos para encontrar o equilíbrio social. O Brasil, se assustando em tudo neste momento, caminha ao contrário.

Feminicídio
A deputada Luciane Carminatti tem se debruçado no debate em torno do aumento da violência contra a mulher, mas tem sido insuficiente. As discussões devem ganhar o ensino primário e médio e, mais que isso, leis severas.

Então
A tese de saída de Udo Döhler do MDB, se confirmada, afeta consideravelmente o projeto de disputa do deputado Fernando Krelling pela prefeitura. O parlamentar é nome do atual prefeito que mantém-se mudo.

Crescimento
Caso Döhler saia do MDB, o partido contaria com o crescimento do nome de Rodrigo Fachini que sofre terrível perseguição do prefeito. Como Udo amarga no empresariado, o vereador sobe no conceito. Se ocorrer, tumultua.

Quieto
Rodrigo Coelho enfrentando um dilema dentro do PSB. Deputado federal joga abertamente pelas reformas que o partido de Carlos Siqueira é contra. Por isso aguarda que, expulso por rebeldia e infidelidade, tome rumo em direção ao Podemos.

Afinidade
Descalço dentro do PSB, Rodrigo Coelho mantém o trabalho do que ele chama Novo Brasil. Presta contas permanentemente de suas atividades e cresce em respeito. Se ele e Rodrigo Fachini abraçarem juntos, são fortes.

Movimento
Ninfo König, opositor declarado de Udo Döhler, tem apostado em grandes discussões em torno do cenário de 2020. O empresário é vereador e, sempre que possível, reúne membros de sua classe para produzir entendimentos.

Igual
Como o PSDB estadual está sendo presidido pelo ex-deputado federal Marco Tebaldi, também opositor de Udo Döhler, a tendência é que, já neste 2º semestre, ampliem siglas para, como afirmam, recuperar Joinville.

Carimbo
O prefeito de Joinville é um vencedor em várias direções. Empresário de sucesso, foi eleito e reeleito. Quando terminar o mandato, volta tranquilo para onde iniciou. Embora questionamentos de gestão, sua honestidade aflora.

Ele
Jorginho Mello, de olho na cadeira estadual de 2022, aposta em aproximação com o setor produtivo, principalmente do Norte, para pisar forte nas urnas. Depois de sua carreira vencedora, duvidar do senador do PL, é um erro.

Focado
Gean Loureiro recebe hoje o astronauta Marcos Pontes no evento Floripa Conecta e aproveita para se amarrar à Casa d’Agronômica, seu satélite mais próximo para um projeto de reeleição. Depois de seu retorno meteórico, ligou o foguete rumo aos bairros.

Pira
Gean Loureiro inaugurou uma grande área de lazer na Vila Aparecida e sede nova do projeto Bairro Educador, no Chico Mendes, com 16 comunidades e 100 iniciativas para 2 mil crianças. A região, operário popular, é estratégica para 2020.

Nada

Sem direção partidária desde sua saída do MDB, Gean Loureiro não se preocupa com o destino. O que vivera das últimas experiências, deu luz às discussões que deverá fazer. Hoje é trabalho de força total. Amanhã é outro dia.



Sicoob 2018 - Home
Brasão
Vederti Chapecó
Natal Encantado Xaxim 2019
Xaxim é mais
Xaxim Saúde
Prefeitura de Palhoça 2

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plíno Arlindo Nês, 1105, Sala, 202, Centro