Close Menu

Busque por Palavra Chave

Paulo Bauer vai; Geovania de Sá impõe respeito; Compra e Troca; O desafio de Carlos Moisés; PT na berlinda de SC

Por: Marcos Schettini
17/02/2020 11:44 - Atualizado em 17/02/2020 11:47
Tamanho da fonte: A A

Chama-me pelo meu nome

Jorginho Mello está fazendo seu papel. Todos fazem neste momento seu melhor desempenho. O senador conseguiu tirar a Prefeitura de São Domingos, a melhor aposta de Kiko Oliveira, do PT, para levar ao abrigo do PL, osmose do Aliança Pelo Brasil. A prefeita Eliéze Comachio vai para o tudo ou nada com o petista que foi vice na chapa liderada por Décio Lima em 2018. Ela sai das entranhas da esquerda, para ir à direita extrema. Coisas da política, é a criatura se revelando contra o criador. Ela reúne todos contra Alcimar Oliveira ao seu redor. São 12 anos que o partido de Lula da Silva comanda o município. Ali está o desafio para mostrar quem, dos dois, de fato faz a conhecer. Enquanto Santa Catarina pega fogo, vai ser neste município da Amai que todos vão estar atentos. Se o petista ganhar da ex-petista, ou o contrário haver reviravolta, mostra claramente que o modelo lá adotado, venceu. Talvez seja isso que ela esteja vendo, o que o seu padrinho não consegue.


ELA

Geovania de Sá chegou em Joinville na semana passada não somente pela silhueta que impacta, mas pela postura de preocupação em criar um design novo do PSDB. A presidente do PSDB encontrou um Paulo Bauer exalando tranquilidade. Justificando sua inocência, que a todos convenceu.


DESLUMBRE

A deputada federal do PSDB é uma bandeira plena em favor das mulheres. E mostra-se forte nesta convicção ao elaborar lei que proíbe que homens violentos, com histórico comprovado, assumam espaços públicos em todo o país. Não tem moral para executar nada com as mãos suja de crime.


PARABÉNS

O ficha suja é um elemento escondido na covardia das mulheres aterrorizadas. Ele não pode exercer a função de Estado, em qualquer instância, quando impõe o silêncio sobre a fragilidade da mulher. Lance muito inteligente, Geovania de Sá melhora, sobre si mesma, a cada dia. Faz o mandato brilhar.


CERTO

A firme cooptação de prefeitos e vices para o PSL mostra que Moisés está além de tocar violão, assobiar e produzir cerveja Pale Ale. Embora desgaste a uns, foi seu melhor lance desde nunca. As lideranças que tomaram este rumo têm que sentir qual é o efeito desta decisão.


ERRADO

Há quem leu a lista dos novos pesselistas e, rindo, tirou apenas o prefeito de Chapecó como uma peça de fato a ser levado em consideração. Gigante Buligon é prefeito de uma capital que, mesmo sem praia, representa muito. Os demais, Moisés nem sabia que existiam.


PIADA

Imagina Vilson Kleinübing, Paulo Afonso, Esperidião Amin, LHS ou Raimundo Colombo, mandando pessoalmente o serviço secreto da Casa Militar mandar passar o detector de bomba em elevadores para ir a um prédio em Xaxim no aniversário da cidade. Moisés faz coisas.


PEGOU

Aquele beijo à moda Judas que trocaram naquela reunião do colegiado, foi suficiente para Daniela Reinehr contaminar o titular com o medo de ser atacado por um Adélio Bispo ou o desconhecido assassino de JFK. Este pânico tolo, nenhum governador conseguiu demonstrar. Xaxim nem reagiu.


VENHA

A Fecam vai saber o valor real que Carlos Moisés deverá dar de presente para Xaxim nesta quinta-feira. Vai ficar com dor de cotovelo porque os municípios que pertencem a entidade não estão de aniversário e não foram para o PSL. Talvez por isso Milton Hobus vai levar o governador ao MP.


LEGAL

Os prefeitos de todas as cidades vão se perguntar se o dinheiro que Xaxim está recebendo é de verdade ou apenas ilusão. Todos eles estão com dificuldades para resolver seus problemas e buscam entender junto ao prefeito Lírio, do PSD e Adriano Bortolanza, do PSL, como estão conseguindo este dinheirão todo.

INVEJA

Carlos Moisés assume o controle do programa de Calouros de Silvio Santos e sai balançando o maço para atrair filiações. Não está errado porque, quando a Fecam, mãe que abriga os municípios, vê uns de seus filhos ganhando dinheiro em detrimento aos demais, lembra quando criança. Um irmão ganhava calça Levi's e o outro moletom.


ELA

Os deputados sabem que para exercer o papel de Líder do Governo, Paulinha vai precisar mostrar bem mais que seu charme particular que marca sua feminilidade. O espaço é brucutu, completamente antagônico à personalidade que carrega. E, depois, Carlos Moisés é, para ela, um ouriço embaixo do braço.


PARTO

O pedido de impeachment abortado pela Mesa sob orientação do setor jurídico da Alesc, deixou feridas abertas no interior do útero. Os deputados, de todos os partidos, inclusive do PSL, olham as movimentações do marido de Késia para se entenderem adiante. A mãe legislativa vai se curar conforme o tempo.


PÓS

A mesma medida que deu ao governador a tranquilidade de se manter no Poder, é igual para que a deputada Paulinha faça-se entender. Lembra-se de 1 Coríntios 13, que diz, é preciso amor mesmo que se fale a língua dos anjos. Sem Ele, nada há. O amor é bom. Os parlamentares não sabem o que é isso neste governo. Portanto, biblicamente dito.



Sicoob 2018 - Home
Vederti Chapecó
Unoesc Xaxim - Pós
Rech

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plíno Arlindo Nês, 1105, Sala, 202, Centro