Close Menu

Busque por Palavra Chave

O PDT perdeu o rumo; Paulinha quer sair; PSDB abraça Gean; Republicanos armam-se; Esperidião é exemplo

Por: Marcos Schettini
19/02/2020 11:25
Tamanho da fonte: A A

Esperidião Amin é uma bandeira

Nada, absolutamente nada, abala a vida pública do maior líder que o Progressistas tem em suas fileiras. O marido de Angela é um quadro composto por retidão e moral pública que é incapaz de terem estes princípios violados em qualquer tempo. Mais que um firme homem de valores positivos, é pai e avô criativo, defensor doentio do que é da cidadania. Por isso carrega luz suficiente para colocar, em muitos, a sombra que sua grandeza afirma. A família Amin, sempre, vive a felicidade da vitória política com transparência e, quando tropeçam, reafirmam-se longe das pobres aberturas de cargos comissionados que atrai tolos derrotados. Ao contrário, vão para a sala de aula ganhar conhecimentos. O ex-governador é um príncipe do pleno aprendizado e um imperador democrático nas urnas. Passou ileso pelo gadanho de 2018 e levou, esposa e filho, neste sobrenome, em igual alcance. Não porque eles não tenham luz própria, mas porque soam juntos na mesma melodia de caráter moral. É, sim, uma sagrada família e SC merece dar-lhes o espaço que ocupam. Se Amaro Lúcio da Silva, no Avaí, vive a dor da segunda divisão, no gabinete do senador tem marca da altura. Anda ao lado de quem trilha correção e reza no responsório destes faroletes.


ENTÃO

A deputada Paulinha se rebela contra o partido que lhe dá abrigo político e segue em frente. Na verdade, de modo subliminar, a pedetista já é ex-PDT e a sigla não entendeu o recado. Ela precisa sair do partido nas condições em que não perca o mandato. Se ela ficar, vai jogar na desafinação.


HABILIDADE

Se a deputada está em enfrentamento com o partido, a orientação vem de fora. Paulinha não depende do PDT para se eleger porque tem seus atributos para chegar à posição onde ocupa. Independente de bem representar ou não a liderança do governo, ela sabe que a sigla depende mais dela que ao contrário.


PROCURADORA

Depois de trocar de liderança do governo e ter outros rejeitando esta ocupação, Moisés viu em Paulinha o último dos moicanos. Ela, afinadíssima a ele, é o melhor nome para a missão. Se vai ser suicida, tem que esperar os resultados. A simpatia que exala ajuda muito. O problema está bem mais em quem ela representa.


REPRESENTAÇÃO

Pela mensagem oficial que Carlos Moisés disse na abertura dos trabalhos na Alesc, tirando as dúvidas de sua competência para governar SC, Paulinha seria a supergirl que o governador precisa para defender sua existência política. Na verdade, ela já o desempenhava bem antes de ganhar o posto na Alesc.

EQUIVOCADO

O PDT está completamente fora da leitura. A deputada estadual do PDT não precisa do partido que deu a ela os votos que destinou sua ida à Alesc. Paulinha é maior que o partido de Ciro Gomes porque, com dois deputados, Rodrigo Minotto em igual, a sigla em SC é, no máximo, letras perdidas na história política do Estado.


NADA

O glorioso Manoel Dias, embora tenha seus serviços públicos reconhecidos pela valentia que mostrou em defesa da democracia, tropeçou no pleito passado. Todo o respeito que carrega vai sendo corroído porque os tempos, em tudo, sepulta. A história de grande homem que demonstra, não afeta a Paulinha. Tanto ela quanto Minotto, são a vez.


EXEMPLO

Ciro Gomes quer levar o partido para o poder nacional sufocando lideranças valentes como a deputada federal Tabata Amaral. Novinha em folha, querendo tirar as convicções que carrega a favor das reformas, tem sua expulsão simulada. Paulinha, em igual condição, o mesmo. O PDT pode ser melhor quieto.


VALENTE

Rodrigo Minotto venceu ao garantir que Carlos Moisés assinasse o decreto que regulamenta a liberação de recursos do programa Uniedu, que atende bolsas de estudo dos artigos 170 e 171 da Constituição Estadual. Para este ano, serão liberados mais de R$ 206 milhões que beneficiam 30 mil alunos de SC, seja na Acafe ou universidades privadas.


PROFISSIONALISMO

A forma poderosa que Geovania de Sá vem atuando na vida pública, mostrando toda sua performance e capricho político, tem por traz um coletivo de excelentes assessores. Destes, lembra-se Haudrey Mafiolete, a incansável jornalista que dá luz ao trabalho da deputada federal, com competência, fazendo o brilho da parlamentar no Congresso, ganhar SC.


CAPRICHO

Os jornalistas dos deputados federais, estaduais e senadores, dão show à parte dentro e fora de SC. Oferecem informação, dão retorno às ligações, gentis e prestativos. Embora ocupando espaço público remunerado, trabalham à exaustão. Deixam famílias e lazer, sagrados, em favor do rito. Ser assessor de imprensa é estar no inferno.


DEFINIÇÃO

O PSDB tomou a linha de defender apoio total à reeleição de Gean Loureiro com presença na majoritária. Isso quer dizer que o nome de João Batista Nunes, atual vice, é o quadro do partido a ser reaprovado na convenção municipal. O prefeito ilhéu tem inclinação positiva em favor de manter a chapa na tese de não mexer em time que está ganhando.


DIGITAIS

Carlos Eduardo vai assumindo seu pão no processo eleitoral que segue. Agora, como vice-presidente do Republicanos, vai mostrar o equilíbrio e inteligência que sempre demonstrou. Mamute vai dar ao deputado Sérgio Motta o nitro no motor partidário. Quem sabe quem é ele, não duvida. As urnas vão dizer a verdade que todos conhecem. O partido chega marcando.



Sicoob 2018 - Home
Vederti Chapecó
Unoesc Xaxim - Pós
Rech

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plíno Arlindo Nês, 1105, Sala, 202, Centro