Em votação histórica, deputados derrubam aposentadoria de ex-governadores

Por: LÊ NOTÍCIAS
19/12/2017 17:48 - Atualizado em 20/12/2017 10:15
Tamanho da fonte: A A
Por unanimidade, com 33 votos, deputados votaram pelo fim da aposentadoria de ex-governadores (Foto: Reprodução/AL) Por unanimidade, com 33 votos, deputados votaram pelo fim da aposentadoria de ex-governadores (Foto: Reprodução/AL)

No penúltimo dia do ano Legislativo, os deputados estaduais de Santa Catarina votaram um dos temas mais polêmicos dos últimos anos, que é a emenda constitucional que acaba com as pensões dos ex-governadores.

Com a presença de 33 parlamentares, a votação, que ocorreu no final da tarde desta terça-feira (19), foi unânime pelo sim, ou seja, pelo fim da pensão que beneficia oito ex-governadores e três viúvas - R$ 30,4 mil para eles, metade para elas.

O valor total das onze pensões mensais é de R$ 288,8 mil (R$ 243,2 para os ex-governadores e R$ 45,6 mil para as viúvas). O valor anual total é de R$ 3,45 milhões (R$ 2,9 milhões aos ex-governadores e R$ 547,2 mil para as viúvas), mais o 13º salário, totalizando R$ 3,7 milhões de despesas aos cofres públicos por ano.

APOSENTADORIA

Essas aposentadorias são pagas por causa de um artigo da constituição de Santa Catarina que determina que, depois que o mandato acaba, o governador tem direito a receber o mesmo salário de um desembargador do Tribunal de Justiça.

Quando um ex-governador morre, o benefício não acaba, ele passa para a viúva. Atualmente, os catarinenses pagam essa pensão para três mulheres. Por lei, elas têm direito a receber o mesmo salário do governador. São as viúvas de José Boabaid, Luiz Henrique da Silveira e Vilson Kleinübing.

EX-GOVERNADORES BENEFICIADOS

Os oito nomes são: Henrique Córdova, Jorge Bornhausen, Konder Reis, Paulo Afonso Vieira, Leonel Pavan, Casildo Maldaner, Colombo Salles e Esperidião Amin.


Rua Rui Barbosa, 328 - Centro
Xaxim/SC. CEP 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 8504-6814