Close Menu

Busque por Palavra Chave

Alesc - Sua Causa 2

Na Essência | Como você tem vivido seus dias?

Por: Júnior Chisté
23/07/2018 11:46

Em minhas palestras, em meus treinamentos, no meu próprio livro "Porque sabemos o que sabemos e não fazemos", há inclusive um capítulo que escrevi sobre a finitude, ou seja, a morte. Nós, os ocidentais, temos um grande tabu. Quando alguém começa a falar sobre a morte em um grupo de pessoas já se procura desviar o assunto. Por que será hein? Evidente, não como negar, é o medo de uma hora para outra desaparecermos, darmos o último suspiro e?

A gente se afasta daquilo que amedronta e parece que o medo da morte está entre os mais aterrorizadores em nosso continente.

Ultimamente, e isso infelizmente tem se tornado comum em nossa região, especialmente nos finais de semana, trágicas mortes nas rodovias. Impressionante o número de pessoas, na maioria delas jovens de 20 a 30 anos de idade.

Dias atrás entrei em uma live de um médico norte-americano e esse falava sobre últimos estudos que estavam sendo realizados e pesquisas que acompanhavam pessoas saudáveis, que realizavam exercícios e que mesmo assim, algumas delas deixavam de existir por morte súbita. Sim, "tudo perfeito" com o organismo e como um sopro a pessoa cai. Sim é evidente que havia algo de errado. Mas me compreenda, havia não havendo. Estamos sujeitos a milhões de variáveis que pode se voltar a nós a qualquer momento. Então lhe faço a seguinte pergunta: "Quantos anos você imagina que ainda vai viver?"

Essa pergunta também fazia parte desta pesquisa, o que as pessoas responderam? Os jovens até seus 30 anos ou mesmo os adultos na faixa dos 40, diziam que viveriam mais de 70 anos. Mas o mais legal da pesquisa era com relação aos mais velhos. Os que tinham 60 e 80 anos, a maioria achava que ainda viveria em torno de uns 20 anos mais ou menos. Não é bacana isso?

O que você vem fazendo em prol de sua saúde? Você realmente tem se amado a si próprio? Tem dado atenção merecida a você? Reflita com carinho sobre tudo que acabei de escrever nessa minha coluna de hoje e lembre-se sempre que o mistério da morte é um dos mais belos e ao mesmo tempo amedrontadores que existem. Talvez seja o maior de todos os mistérios.

E para finalizar, quem já participou de meus treinamentos, o auto-feedback, no final, após oito ou doze horas de completa imersão é somente sobre a morte. Impactante! Quem sabe um dia, você, seus colaboradores, sua empresa, terão a oportunidade de presenciar isso.

Até a próxima! Paz e luz.


Brasão

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plíno Arlindo Nês, 1105, Sala, 202, Centro