Close Menu

Busque por Palavra Chave

Alesc - Sua Causa 2

Na Essência | A que grupo você pertence?

Por: Júnior Chisté
25/07/2018 10:30 - Atualizado em 25/07/2018 13:40

No Ocidente, as pessoas costumam olhar para as pessoas em franca expansão, em franco desenvolvimento e simplesmente rotular toda sua trajetória como "um fator de sorte", "a pessoa certa no local certo". Poucos verdadeiramente neste instante deixam a mente livre e especialmente sem o pré-julgamento e realizam uma conexão de seus neurônios, um choque sináptico, uma neuroplasticidade literalmente racional: o que fez com que aquela pessoa alcançasse aquele lugar?

O que ela fez de diferente das outras?

Quantas horas a mais ela passou estudando, dando o melhor de si, se comprometendo, acreditando em seu potencial, sendo resiliente?Na verdade o reconhecimento, a gratidão, a generosidade é para poucos. Aplaudimos pouco e falamos demais, especialmente quando não éramos pra não dizer nada.

Nosso SELF 1, é detentor do nosso "eu", quando na verdade, nosso SELF 2, esse era que precisava ser ouvido intrinsecamente.

Sempre costumo refletir sobre um grupo de pessoas. Sempre há os que absorvem, aqueles que verdadeiramente sempre se darão bem. Questão de serem mais inteligentes? Sem essa!

São aquelas pessoas que estão exatamente lá para absorver, para aprender, para aproveitar o seu tempo. Não vieram para este mundo à toa!

Naquele mesmo grupo estarão aquelas pessoas "nada a vê", o assunto pode ser o mais interessante possível. Eles são sempre "água morna", "tanto faz". A vida deles será assim. Não sairão nunca daquele mísero salário mensal, daquela vida de trabalhar, esperar o final do mês, pagar as contas, encher o carrinho no supermercado e esperar o décimo terceiro.

Há também no mesmo grupo aqueles que levantam para ir ao banheiro oito vezes durante a manhã em um local de trabalho, em uma sala de aula, em uma palestra. São pessoas que estão afim de cair fora daí. Mas o "daí" nunca é lugar, nunca chegará...sempre cairão fora de qualquer lugar. Para olhar o celular, para azarar alguém, para azucrinar a cabeça de alguém. Estes então é aqueles que nem eles próprios se gostam.

Infelizmente em um grupo em média de trinta pessoas continuamos observando em torno de cinco pessoas que prosperarão, que formarão família, que terão caráter suficiente para colaborar com a sociedade, que gerarão empregos diversos e por aí afora...

Basta que você, sim você, faça uma busca em sua mente. Quem eram seus amigos da extinta oitava séria do segundo grau. Onde estão hoje? Quem são eles hoje? São executivos? Onde estão, o que fazem?

Verá que da sua turma, em média de trinta alunos cinco ou seis "se deram bem".

E você de que grupo está?


Brasão

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plíno Arlindo Nês, 1105, Sala, 202, Centro