Close Menu

Busque por Palavra Chave

Secretaria da Educação de Xaxim emite Nota de Esclarecimento sobre polêmica no Dom Bosco

Por: LÊ NOTÍCIAS
27/09/2018 11:50
Divulgação/LÊ Polêmica foi devido à visita de profissionais de uma agência de modelas na EBM Dom Bosco Polêmica foi devido à visita de profissionais de uma agência de modelas na EBM Dom Bosco

A Secretaria Municipal da Educação e Cultura emitiu, na manhã desta quinta-feira (27), uma Nota de Esclarecimento sobre a visita de alguns profissionais de uma agência de modelos na EBM Dom Bosco, que tem gerado polêmica nas redes sociais. Segue a nota:

Nota de Esclarecimento

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Xaxim vem a público esclarecer que, na última terça-feira (25), a EBM Dom Bosco recebeu a visita de profissionais de uma agência de modelos fotográficos. Mesmo com a orientação de não permitir este tipo de visita, a Direção permitiu a entrada dos profissionais por avaliar que não houvesse má fé dos mesmos. A Direção da Escola compreende o desconforto de uma das mães de aluna, que publicou uma nota onde demonstrou o descontentamento com a postura dos profissionais da agência e, com o da escola.A EBM Dom Bosco lamenta o fato ocorrido e reconhece a falha, porém, justifica que em nenhum momento teve a intenção de causar qualquer tipo de dano aos alunos e pede escusas publicamente.

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura reforça que as unidades escolares do município já possuem a orientação de não admitir tais visitas e que emitiu portaria nesta manhã (27), sobre a proibição da permanência destes profissionais nas unidades escolares.

Respeitosamente, Direção da EBM Dom Bosco

Secretaria Municipal de Educação e Cultura.



A manifestação da Secretaria da Educação aconteceu após um desabafo da xaxinense Silvana Orlandin, que publicou uma carta nas redes sociais. Confira:


CARTA DE MÃE DE UMA ALUNA

À Direção da Escola Dom Bosco de Xaxim

Ao Secretário Municipal de Educação de Xaxim

Me chamo Silvana e sou mãe de uma aluna da escola. Tomei conhecimento que ontem pessoas vinculadas a uma agência de modelos tiveram acesso à escola e permissão para permanecer circulando entre os alunos durante o intervalo para selecionar alguns. E ainda, que orientaram os alunos selecionados a manterem segredo e mentir para os colegas não selecionados.

Como mãe, profissional que trabalha com direitos das crianças e adolescentes e como cidadã, registro minha estranheza e preocupação com este episódio, pois esse tipo de “atividade” não corresponde com as funções que a escola desempenha, logo, não deveria acontecer naquele espaço.

Espaço que tem como uma de suas obrigações zelar, cuidar e proteger as crianças e adolescente lá matriculadas, e não expô-las a situações de seleção pública de beleza, na qual 01% (ou menos) é considerado “bonito” (pelos padrões da indústria da moda) enquanto os demais 99% vão naturalmente formar um entendimento de que então são “feios”, pois não têm maturidade para lidarem sozinhos com essas situações sem sofrimento. Infelizmente a direção da escola sequer se preocupou com eventuais consequências emocionais nos não selecionados.

Os profissionais que trabalham com o público infanto juvenil sabem (ou deveriam saber) que esses estigmas potencializam situações de bullying, problemas de autoestima e outros problemas de saúde mental, que a escola deve evitar/combater e NÃO promover.

Além disso, a direção ao permitir tal atividade foi conivente com orientações não pedagógicas prestadas aos alunos selecionados que foram estimulados ao segredo e à mentira.

Em casa tivemos que conversar com nossa filha, e aluna da escola, pois estava triste e preocupada por não ser bonita. Felizmente ela entendeu que tem a sua beleza, que a nossa beleza não tem que ser medida pelo outro e sim pela gente mesmo, e que algumas pessoas vão ser modelos e outras vão seguir outras carreiras, que deveria ficar feliz pelas colegas selecionadas, mas não deve se desqualificar ou se sentir inferior.

Em resumo, esse episódio foi um desserviço que a direção prestou pra as crianças lá matriculadas... Inclusive essa é a conclusão de vários outros pais com quem já conversei sobre o ocorrido.

Por fim, ressalto que não tenho motivação partidária com esta reclamação e que darei visibilidade ao fato dentro de meu alcance, para que o maior número possível de pessoas/pais/responsáveis tenham conhecimento do que aconteceu na escola e formem suas próprias opiniões.

Atenciosamente.

Silvana Orlandin e Alex dos Santos


Outras Notícias
Sicoob 2018 - Home

Avenida Plínio Arlindo De Nês, 1105, Sala 202 - Centro
Xaxim - Santa Catarina
CEP: 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 99997-9025