Close Menu

Busque por Palavra Chave

ONG Salva esclarece projetos e plano de ação aos vereadores

Por: LÊ NOTÍCIAS
28/09/2018 10:28
Câmara de Vereadores de Xaxim Voluntários Thiago Gheno e Jean Dallagnol foram à Casa Legislativa para esclarecer fatos aos vereadores Voluntários Thiago Gheno e Jean Dallagnol foram à Casa Legislativa para esclarecer fatos aos vereadores

Por Vitória Schettini

Os membros da ONG Salva, Thiago Gheno e Jean Dallagnol, foram recebidos pelos vereadores xaxinenses, na Casa Legislativa, na última terça-feira (25) em uma reunião, sobre as intervenções da Salva e acerca dos rumores que estão circulando em Xaxim. Conforme Jean e Thiago, a Salva existe há mais de sete anos, realizando trabalhos em prol de crianças e adolescentes, usando a arte para desenvolvimento humano, cultural e social.

Os boatos injustos que circulam dão conta de que a ONG, que ocupa o Eco Parque Sol Nascente, esteja depredando o local, sendo que as lâmpadas do parque estão quebradas e pichadas, e a estrutura também apresenta pichações. De acordo com Thiago Gheno, a Salva sempre quis que o Eco Parque Sol Nascente fosse bem utilizado, assim como outros espaços públicos. “Nós revitalizamos o antigo Complexo Esportivo Botafogo, no bairro Flor. Como não quisemos ficar em meio a discussões políticas, nós acabamos saindo, fomos para o Eco Parque, com o mesmo objetivo, e infelizmente, estar em um espaço público permite a margem para que usem a ONG para justificar ou culpar sobre problemas sociais já existentes”, explicou Gheno, na Câmara de Vereadores.

Durante o período em que a Salva está em funcionamento, cerca de quatro mil crianças foram contempladas em seus projetos, intervenções, eventos culturais, como o Contextualiza, CineSalva e Sarau de Poesias, Oficinas e Contação de Histórias. O trabalho da entidade é desenvolvido por voluntários e oferecido de forma gratuita à população xaxinense.

Quantos aos maus boatos, que envolvem a manutenção do espaço que a Salva ocupa atualmente, Thiago Gheno comenta que a Salva releu o contrato, que dizia que a manutenção era responsabilidade da Prefeitura de Xaxim. “Não temos críticas à gestão atual, apenas estamos priorizando o trabalho social que estamos fazendo no município. Algumas pessoas partidárias acabaram se usando da situação para responsabilizar a ONG por ações de vândalos e maus utilizadores do Eco Parque. Infelizmente, essa é uma realidade da educação brasileira. Na maioria dos locais públicos, a ação de vândalos e maus utilizadores é frequente. A ONG trabalha para educar e trazer civilidade para a futura geração”, complementa Gheno.

Em virtude dos comentários que a acusam a Salva de depredação do espaço público, a ONG está pensando em deixar o espaço e está levando em consideração a possiblidade de alugar uma sala comercial para a realização das atividades e intervenções. “A sociedade, por muitas vezes, não entende ou não sabe, que a responsabilidade de manter o espaço é da Prefeitura. Sempre que utilizamos o Ecoparque, realizamos a limpeza antes e depois dos eventos e aulas. Vamos continuar utilizando o local, mas iremos doar a biblioteca para que as escolas e outros grupos utilizem essa sala de aula em espaço público em meio à natureza. A ONG fica feliz em ver que as sementes culturais, tanto no Botafogo quanto no Ecoparque, se tornem belos e bem cuidados espaços públicos”, finalizou Thiago.


Outras Notícias
Brasão

Avenida Plínio Arlindo De Nês, 1105, Sala 202 - Centro
Xaxim - Santa Catarina
CEP: 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 99997-9025