Close Menu

Busque por Palavra Chave

Chapecó comemora índices altos na geração de empregos

Por: LÊ NOTÍCIAS
09/11/2018 11:44 - Atualizado em 09/11/2018 11:46
Prefeitura de Chapecó Capital do Oeste superou os números estaduais e nacionais em setembro de 2018 e também no acumulado do ano. Capital do Oeste superou os números estaduais e nacionais em setembro de 2018 e também no acumulado do ano.

A cidade que abriga 25 mil empresas e registra 77 mil empregos formais continua sendo uma vitrine para o mundo, atrativa ao empreendedorismo e aos novos negócios. O comportamento do mercado de trabalho formal em Chapecó no mês de setembro/2018 apresentou variação positiva, acima dos índices de Santa Catarina e do Brasil. No acumulado de janeiro a setembro, Chapecó também registrou bons índices. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Em Chapecó, 2.709 trabalhadores foram contratados no mês de setembro e 2.420 desligados, um saldo de 289 empregos – o que representa uma variação positiva de 0,38%. O Estado e o País também apresentaram índice positivo (0,36%), porém não superaram os números de Chapecó. Veja:



O setor que teve a maior variação absoluta em setembro no Município foi o de Serviços, com saldo positivo de 193 empregos, seguido pela Construção Civil (52), Comércio (22) e Indústria (13).



Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcio Ernani Sander, “a proximidade com o final do ano e as melhores datas do calendário comercial brasileiro, provocam um aumento natural nos postos de trabalho em diferentes áreas. No comércio, são as vagas temporárias que chegam para mexer com os números. E o crescimento estruturante da cidade provocado pela modernização do Plano Diretor continua a impulsionar a construção civil”, destacou.

O incremento na prestação de serviços na área industrial também tem chamado a atenção, e o setor de Tecnologia e Inovação continua a crescer. Chapecó é a 13ª cidade do país com o maior número de startups, conforme dados da Associação Brasileira de Startups, e concentra 80% das 110 empresas que produzem tecnologia e apostam na inovação. Juntas, elas geram 10 mil empregos diretos e indiretos, e movimentam milhões de reais por ano na economia regional. O setor de Tecnologia, Ciência e Inovação cresce 30% ao ano na região e a maioria das empresas do segmento tem vagas em aberto.

O setor de manutenção de máquinas e equipamentos industriais também criou um nicho de mercado que cresce de forma gradativa, emprega muito e movimenta a economia regional.

ACUMULADO: JANEIRO A SETEMBRO DE 2018

No acumulado de janeiro a setembro de 2018, a Capital do Oeste também apresentou variação positiva, superior ao Estado e ao país. O crescimento relativo acumulado de Chapecó foi de 3,05%, enquanto o de Santa Catarina foi de 2,29% e o do Brasil de 1,90%.


A atividade econômica que se destacou mais este ano na geração de empregos, até o mês de setembro, também foi a de Serviços.



Em comparação com as cidades catarinenses com mais de 100 mil habitantes, no acumulado de Janeiro a Setembro, Chapecó se posicionou na 4ª colocação.



O prefeito Luciano Buligon enfatiza que “os números retratam a pujança de Chapecó que cresce de forma organizada, atrai cada vez mais empresas e investimentos público-privados, gerando empregos em diferentes segmentos e fortalecendo a economia catarinense”. Buligon destacou, ainda, que os serviços disponibilizados pelo Município, a exemplo da Sala do Empreendedor e do Balcão de Empregos, contribuem diretamente para fomentar a criação de novas empresas, e consequentemente, gerar novos postos de trabalho.

BALCÃO DE EMPREGOS

Um serviço diferenciado oferecido em Chapecó para alavancar o desenvolvimento econômico é o Balcão de Empregos. Em média passam pelo Balcão cerca de 160 pessoas por dia. Criado em 2007, trata-se de uma agência de empregos gratuita, a única no Estado de Santa Catarina que presta este tipo de atendimento de maneira pessoal e humanizada por meio de gestão da Prefeitura.

De lá para cá, o Balcão encaminhou para o Mercado mais de 76 mil pessoas. Só em 2018, 40 mil candidatos foram cadastrados e cerca de 2.300 empresas aderiram ao serviço. “O Balcão realiza o cadastro de empresas e de interessados em vagas, movimentando diferentes segmentos da nossa economia, auxiliando a comunidade na procura de emprego e, ao mesmo tempo, as empresas que necessitam preencher vagas em aberto. É uma porta do Governo Municipal que aproxima o empregado do empregador e vice-versa”, concluiu Marcio Sander.

Recentemente, para acompanhar o avanço da tecnologia e buscar oferecer um serviço ainda mais ágil aos chapecoenses, a Administração Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, lançou oficialmente o hotsite do Balcão Municipal de Empregos, que pode ser acessado pelo endereço www.chapeco.sc.gov.br/balcaodeempregos. Na página, o usuário confere as vagas disponíveis, critérios de cadastro, documentos necessários e ainda tira dúvidas.

Para o Secretário Marcio Sander, a novidade é uma forma de facilitar a vida do interessado na vaga e também da empresa. “O hotsite do Balcão surge como uma ferramenta de economicidade de tempo e agilidade na informação, inovando na prestação do serviço e acompanhando as mudanças na área da tecnologia. Agora o usuário poderá acompanhar as vagas, conferir se possuiu as aptidões necessárias para atender os requisitos da empresa e claro escolher a oportunidade mais viável e compatível com o seu perfil”, explica o Secretário.

De acordo com o Prefeito, “todo investimento realizado no Balcão de Empregos é reflexo do quanto Chapecó se destaca por estar acima dos índices estadual e nacional na geração de empregos formais”.

SALA DO EMPREENDEDOR

Um dos serviços disponibilizados pelo Município para fomentar a criação de novas empresas e, consequentemente, gerar novos postos de trabalho por meio do Empreendedorismo, é a Sala do Empreendedor. No local o interessado recebe todas as orientações necessárias para formalizar o seu empreendimento em um curto espaço de tempo.A Sala do Empreendedor foi inaugurada em 01 de abril de 2014 com o objetivo de desburocratizar e agilizar o processo de abertura das empresas, na modalidade de Microempreendedor Individual (MEI). Os números mostram a eficiência do serviço desde sua criação. Em 01 de abril de 2014 eram 3.144 Microempreendedores Individuais (MEIs) em Chapecó. Com o auxílio da Sala do Empreendedor, o Município contabilizou até 30 de outubro de 2018, 7.642 MEIs.






Outras Notícias
Sicoob - Home

Avenida Plínio Arlindo De Nês, 1105, Sala 202 - Centro
Xaxim - Santa Catarina
CEP: 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 99997-9025