Close Menu

Busque por Palavra Chave

Alesc - Sua Causa 2

ESCASSEZ DE MOEDAS

CDL de Xaxim pede para que sejam abertos os cofrinhos

Por: LÊ NOTÍCIAS
23/11/2018 15:53 - Atualizado em 26/11/2018 13:54
CDL de Xaxim Moedas ajudam no troco dos comerciantes e ajuda a economia a circular Moedas ajudam no troco dos comerciantes e ajuda a economia a circular

As moedas são fundamentais para garantir o bom funcionamento do comércio e movimentar a economia. No entanto, a falta de troco é realidade no mercado e a situação está preocupando os comerciantes. Em Xaxim, a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), apela para que a população abra os cofrinhos, limpe gavetas e carteiras. Comprar com moedas ou trocar os metais, vai ajudar os lojistas nesse final de ano.

Em todo o Brasil, o Banco Central estima que a população esteja guardando em casa mais de R$ 8,7 bilhões em moedas. O valor representa 35% das moedas emitidas até dezembro de 2017. Isso significa que de todo o volume produzido pela Casa da Moeda desde 1994, mais de um terço esteja retido pelos brasileiros.

O presidente da CDL de Xaxim, Rodrigo Savarís, comenta sobre outro levantamento divulgado recentemente pelo Banco Central: “A estimativa é que de toda a quantia de moedas em circulação no país, cada habitante esteja retendo R$ 32,00. A curiosidade é: Onde estão os seus R$ 32,00 em moedas?,” questiona Savarís.

O dirigente da entidade lembra que as moedas são essenciais para garantir o troco correto no comércio. “Devido ao pequeno valor de cada moeda, sabemos que muita gente perde, esquece nos bolsos e em gavetas. Esse fenômeno provoca a falta dos valores no caixa das empresas e consequentemente prejudica as próprias pessoas que fazem a retenção dessas moedas. Poupar é uma ótima iniciativa de economia doméstica, no entanto, a sugestão, é que o dinheiro seja trocado e contribua para movimentar o mercado financeiro,” avalia.


Outras Notícias
Brasão

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plíno Arlindo Nês, 1105, Sala, 202, Centro