Close Menu

Busque por Palavra Chave

Júri popular condena mulher por participar de homicídio de criança no interior de Xaxim em 2008

Por: LÊ NOTÍCIAS
05/06/2019 16:53
Divulgação/LÊ Júri popular aconteceu nesta quarta-feira (05) no Fórum da Comarca de Xaxim Júri popular aconteceu nesta quarta-feira (05) no Fórum da Comarca de Xaxim

O Fórum da Comarca de Xaxim foi palco, nesta quarta-feira (05), de um julgamento em júri popular de Z. de M., de 29 anos, condenada por homicídio de uma criança de dois anos no Natal de 2008, no interior de Xaxim. Ela recebeu a pena de 11 anos e oito meses, em regime fechado.

O julgamento que aconteceu nesta quarta-feira estava marcado para acontecer em agosto de 2018, mas havia sido suspenso devido a um pedido da defesa sobre a integridade intelectual de Z. de M., mas a questão da inimputabilidade foi descartada em laudo psiquiátrico.

DENÚNCIA

Segundo o Ministério Público, no dia 25 de dezembro de 2008, por volta das 15h30, Z. de M., então com 19 anos, em meio a uma festa familiar em comemoração ao Natal, privou da liberdade da criança de dois anos, com objetivo em obter indevida vantagem econômica com possível resgate. Ainda, de acordo com o MP, após o sequestro, a acusada manteve a vítima em cativeiro em sua residência, então ceifando a vida do pequeno por asfixia, segundo laudo pericial. Após o crime, o cadáver da criança foi ocultado em um local isolado, sendo encontrado em adiantado estado de putrefação.

REPERCUSSÃO ESTADUAL

Na época do crime, o caso teve repercussão estadualizada devido à crueldade com a criança de dois anos. O corpo do pequeno garoto foi localizado somente 16 dias após o sumiço, quando um agricultor localizou chinelos do menino e então foram realizadas buscas, encontrando-o a cerca de um quilômetro de onde havia desaparecido.

O jornal A Notícia, de Joinville, na ocasião, noticiou que o corpo da criança estava em um local de difícil acesso. O cadáver foi localizado em um sábado, dia 10 de janeiro de 2009, sendo enterrado no domingo, dia 11.

Na época, as investigações foram coordenadas pela então delegada da Comarca de Xaxim, Olívia Moretto Cândido de Souza, e a denúncia foi sustentada pela então promotora de Justiça da Comarca de Xaxim, Ana Cristina Boni.

LEIA TAMBÉM:

Justiça suspende júri popular de mulher acusada de matar criança em Xaxim em 2008


Outras Notícias
Brasão

Avenida Plínio Arlindo De Nês, 1105, Sala 202 - Centro
Xaxim - Santa Catarina
CEP: 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 99997-9025