Close Menu

Busque por Palavra Chave

Alesc - Sua Causa 2

Editorial | É preciso saber a Verdade

Por: LÊ NOTÍCIAS
19/06/2019 14:29 - Atualizado em 19/06/2019 14:35

Conversar com bolsonaristas de um lado ou lulistas de outro, é perda de tempo. Os dois lados, insuportáveis, se igualam na estupidez, idiotice e falta de respeito. São doentes, cegos, intolerantes e confusos. Mais que se igualarem pela falta de conhecimento da realidade, são induzidos por experts no assunto que, acima deles e produzindo idiotices para serem vistos e lidos nas redes sociais, principalmente WhatsApp, multiplicam como se fossem acionistas.

O que é ser acionista no caso citado acima? São idiotas vestidos de espertos que recebem idiotices e são os primeiros a multiplicar nos grupos que participam sem saber, exatamente, o que estão falando. Petistas de um lado, insuportáveis, e PSL e bolsominions de outro, são duas castas de pobreza intelectual que se multiplicam diariamente.
Para eles, não interessa a verdade dos fatos, não aceitam nada, absolutamente, que possa questionar o que pensam e como veem as coisas. A verdade, mais que assassinada por eles, mostra bem claro o momento de trevas que o Brasil vive. Têm-se fatos claros, de tudo, de eles não aceitam nada. Pior do lado do presidente da República. Em sua maioria, são analfabetos mesmos.
Nos exemplos vistos nos comentários feitos por participantes de grupos, é possível perceber o grau de gravidade de patetice que marcam os lados em disputa e que ainda não terminaram a eleição. São insuportáveis, tolos, bobos mesmos. Querem o Brasil nhoque, afirmam. Falam de capitalismo ou socialismo sem saber. De comunismo sem conhecer. De suas burrices sem saber o que falam.
Os grupos, em sua maioria iguais em participantes, falam as mesmas coisas, postam os mesmos vídeos, dizem as mesmas frases. Na verdade, são os idiotas do momento e serão do futuro.
O país pode estar indo para o inferno, mas aplaudem tudo que é feito. Atacam pessoas importantes para a democracia, são levianos, moldados na forma da burrice. Eles, maioria absoluta, são propagadores úteis para os lados em guerra. A eleição não terminou porque a eleição saiu do extremo para ir para outro. Não pode dar certo.
O ex-juiz Sérgio Moro, encurralado por ser parcial em suas decisões, pode até estar amparado pelo apoio que recebe das redes sociais, mas precisa dar testemunho se si, de forma clara, que o seu veredito foi baseado em provas e não em suposições. O Intercept precisa mostrar o que tem. Se foi de hacker ou não, o que interessa é que deve ser colocado tudo para a sociedade e ter tudo esclarecido para que as dúvidas sejam tiradas.
Jornalismo não pode dar cobertura a falsas suposições mas, se há dúvidas, elas devem ser esclarecidas para que a Justiça, como se deseja que ela seja, mostre sua isenção e respeito Constitucional. Não gostar de Bolsonaro ou de Lula, não tira o desejo de que tudo seja esclarecido.
Passar o Brasil a limpo significa tirar corruptos do poder, é verdade, mas a corrupção no meio judicial, comprando e vendendo sentenças, fazendo esquemas para prender e soltar, é criminoso e insuportável. Tudo, tudo mesmo, deve ser esclarecido. Se Lula foi preso porque roubou, que seja mostrado o roubo. Se ele foi preso para tirar ele da eleição, que seja mostrado porque isso aconteceu.
Não existe, como mesmo disse Jair Bolsonaro, confiança 100%. Nisto ele falou exatamente o que precisa ser dito. Moro não merece toda a confiança, nem Lula também.
A verdade, em favor da verdade, tudo pela verdade.


Brasão

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plíno Arlindo Nês, 1105, Sala, 202, Centro