Close Menu

Busque por Palavra Chave

Ele não; Ele sim; A eleição para a presidência do MDB catarinense

Por: Weliton G. Lins
03/06/2019 14:57
Tamanho da fonte: A A

Ele não

Dário Berger, senador, ex-prefeito de Florianópolis, ex-prefeito de São José, figura histórica, e liderança importante do MDB, bem que tentou, mas não conseguiu chegar à presidência do partido em Santa Catarina. A novela que foi longa teve o capítulo final, registrado no último sábado, na capital catarinense, em convenção realizada tradicionalmente no maior espaço da Assembleia Legislativa, o auditório Antonieta de Barros.

Ele não II

Dário, que sempre buscou o consenso, viu o agora presidente, deputado federal Celso Maldaner, fazer o que ele deveria ter feito, e não fez. Correr Santa Catarina, ouvir a militância, dizer o porque merecia ser o presidente do MDB catarinense. Ao contrário disso, o senador confiou na premissa de que no final, Maldaner abriria mão da disputa e Dário seria então aclamado presidente. Não foi isso que aconteceu.

Ele não III

O deputado federal Celso Maldaner, por mais que tenha recebido pressão para recuar, não recuou. Seguiu em frente e convicto de que poderia chegar ao objetivo final, a presidência. Foi isso que aconteceu. Dário com 31 votos, fica agora com a oportunidade de montar a Executiva com Maldaner, mas quem dará as cartas será o deputado federal.

Ele sim

Celso Maldaner, três vezes prefeito de Maravilha, deputado federal no quarto mandato, 39 anos filiado ao MDB, irmão do “ex-tudo”, senador, governador, deputado, Casildo Maldaner, e também um dos grandes líderes do MDB, conseguiu chegar ao objetivo final, do propósito, para o qual se dispôs, há poucos meses, quando resolveu sair de casa e viajar por toda Santa Catarina.

Ele sim II

Maldaner, que em uma de suas primeiras visitas, esteve em Joinville, conversando com o prefeito da maior cidade do Estado, administrada pelo MDB, Udo Döhler, seguiu um roteiro, foi firme na intenção, cumpriu a primeira missão. Mandou bem, ouviu as bases, a militância, os vereadores, os prefeitos, e deixou a cúpula principal, articular, projetar, qual seria o cenário final.

Ele sim III

Na eleição do último sábado, o oestino, esposo da prefeita de Maravilha, Rose Maldaner, foi coroado. Chegou à presidência do MDB catarinense com 39 votos. Dário Berger recebeu 31. Foi registrado um voto em branco.


Sicoob 2018 - Home
Brasão
Avenida Plínio Arlindo De Nês, 1105, Sala 202 - Centro
Xaxim - Santa Catarina
CEP: 89825-000
redacao@lenoticias.com.br
(49) 3353-5210
(49) 99997-9025