Close Menu

Busque por Palavra Chave

Eleitor e a vassoura; PSDB de Joinville tem três pré-candidatos a prefeito; Rodrigo Fachini e o divórcio do MDB

Por: Weliton G. Lins
03/03/2020 16:57
Tamanho da fonte: A A

2020

Essa é a nossa primeira coluna de 2020. Terceiro mês do ano, muitas coisas acontecendo e a política fervendo como sempre. O ano de 2020 será de um divisor de águas para muitos. Muitos municípios, muitos estados, muitos líderes, muitos políticos, muitos grupos, muitos, muitos, muitos. Chama atenção os “muitos” até aqui, porque realmente são muitos os grupos, os partidos, os candidatos, pleiteando um espaço no coração do eleitor. O desejo de serem escolhidos, ou melhor, não ficar de fora do jogo, faz com que muito seja prometido, sem saber se será possível cumprir. Esse é um grande perigo. Ou melhor, um dos muitos perigos. Mas em tudo, desejamos que 2020 surpreenda.

Vassoura

O processo eleitoral de 2020, há quem diga, deverá ser um momento de separação do trigo e do joio. Há quem duvide, há quem acredite, fato é que esse é o desejo do eleitor. Quem teve a chance de fazer e não fez, será julgado e poderá sair. Quem quer fazer, mas ainda não teve oportunidade, será julgado, se é bom nome para entrar. O eleitor deverá usar a vassoura para varrer a sujeira ou simplesmente ignorá-la e deixar as coisas como estão. O dia 4 de outubro é que vai dizer.

Joinville

O processo eleitoral em Joinville segue interessante. Se 2019 terminou com mais de 20 pré-candidatos, 2020 começou no mesmo ritmo. O cenário, assim como em outras cidades, deverá ficar mais claro esse mês.

Estreando

Estreando na política da maior cidade do Estado, o ex-deputado Gelson Merisio, sempre dono das articulações no Oeste catarinense, tem o desafio de influenciar no processo eleitoral no Norte. Região de Luiz Henrique da Silveira, Mauro Mariani, Carlito Merss, Darci de Matos e Paulo Bauer, companheiro de partido. O ex-senador Paulo Bauer é um dos pré-candidatos do partido. Junto com ele, o ex-emedebista, Dr. Dalmo Claro.

Pré-candidato

Além dos dois tucanos que pleiteiam a candidatura, Bauer e Dalmo, Odir Nunes, vereador por 8 mandatos, também busca a condição de indicado do partido para disputar as eleições na Capital da Dança. O vereador, que foi candidato a deputado estadual em 2018, anunciou, na última semana, que lançará seu nome como pré-candidato à Prefeitura de Joinville pelo PSDB. O tucano, ex-presidente do partido, disse que foi motivado pelo pedido de membros do diretório, que resolveu colocar seu nome à disposição.

Disputa geográfica

Curiosamente, confirmada a pré-candidatura de Odir Nunes, o Distrito de Pirabeiraba, que sempre teve tudo para ser cidade, mas nunca foi, terá dois pré-candidatos a prefeito. O outro é o deputado estadual Fernando Krelling (MDB).

Divórcio

O vereador Rodrigo Fachini (MDB) finalmente vai conseguir se divorciar do MDB. Na tentativa de sair do partido, mas sem perder o mandato, o parlamentar teve uma boa notícia na última quinta-feira (27/02). Um acordo firmado em audiência no Tribunal Regional Eleitoral, vai permitir a desfiliação do vereador, sem que ele perca o mandato. Testemunharam o acordo, além dos membros do TRE, o secretário municipal do MDB de Joinville, Ademir Machado, e o vereador Ninfo Konig (PSB).


Sicoob 2018 - Home
Vederti Chapecó
Unoesc Xaxim - Pós
Rech

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plíno Arlindo Nês, 1105, Sala, 202, Centro