Close Menu

Busque por Palavra Chave

A Arte do Ser | Espíritu Libre

Por: Xenna Gheno
05/11/2019 16:44 - Atualizado em 05/11/2019 17:27
Tamanho da fonte: A A

Dia 31/10 foi o Dia do Saci, ser místico abençoado pelo espírito da liberdade. Esse ser maroto e indisciplinado faz parte do folclore Brasileiro e também do folclore regional do Oeste de SC. Mesmo sendo um conto, é muito engraçado ligar as fábulas com o comportamento contemporâneo, pois de fatos existem seres indomáveis, e não necessariamente maldosos ou desrespeitosos, mas seres que não abrem mão de sua liberdade e forma de pensar.

Mas, por outro lado, sempre existiu seres controladores, ou seja, seres que por força querem enfiar goela abaixo seus ideais, religiões e gostos, desmerecendo e desrespeitando a forma diferente de pensar. É muito ruim este tom que joga o outro ser para um inferno só porque pensa ou age diferente da minha convicção limitada. Defendo o seu direito de ter a sua religião, a sua consciência sexual, alimentar ou física, mas me incomodo quando ondas controladoras tentam criar uma falsa verdade absoluta.

Como em conversas, falas que tentam diminuir crenças diferentes da que pensamos, ou opção sexual e religiosa, divergindo sempre em um tom de “eu não concordo, acho errado, mas respeito”. Pois bem, mandar para o inferno já é um desrespeito. Você pode muito bem escolher um caminho espiritual e nele trilhar sem julgar o próximo. Então em conversa, quando manifestar, defenda seu direito de ser e pensar sem condenar o outro. Diga que o ama, mas sua escolha para vida está dentro deste livro, ou deste pensar, ou dessa ideologia, sem condenar a outra.

Entenda que, muitas vezes sem perceber, somamos força a uma onda controladora que foge a cultura de paz, causando preconceito, afugentando a essência das pessoas. Essência esta que quer brilhar e, muitas vezes, fica escondida dentro de um personagem para agradar os que controlam a falsa propaganda de verdade e perfeição. Muito cristão já sentiu preconceito de outros pensar por ser cristão, mas muitos budistas, espíritas, entre outras religiões também já sentiram isso vindo de cristãos. Muitos homossexuais sentem essa condenação baixa e gratuita de outras consciências sexuais. Muitos gostos musicais foram modulados a uma única forma de pensar, mesmo querendo dançar outro ritmo. E isso é muito triste e limitador para nossa evolução.

A liberdade foi entregue a todo ser e todo ser deveria se sentir livre ao andar, dormir, dançar, beijar, viver. Que entendamos que a melhor forma de respeitar é amar, que o amar nos leva a paz, e em paz aceitamos tudo e a todos. Em paz convivemos perfeitamente com diferentes pensar, em paz transcendemos a ânsia por poder e controle, em paz a força e violência não são um caminho, em paz nos alegramos por nossa liberdade e em paz não tiramos a liberdade de ninguém.

Então assim como os sacis, dancem como loucos, orem com o coração, vivam com a consciência e gratidão, desfrutem desta oportunidade de estar em um planeta lindo cheio de caminhões harmônicos.




Sicoob 2018 - Home
Brasão
Vederti Chapecó
Natal Encantado Xaxim 2019
Xaxim é mais
Xaxim Saúde
Prefeitura de Palhoça 2

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plíno Arlindo Nês, 1105, Sala, 202, Centro