Close Menu

Busque por Palavra Chave

Artigo | Inovar é preciso

Por: LÊ NOTÍCIAS
19/04/2021 14:58
Tamanho da fonte: A A
Transparência Criciúma
Divulgação

Por Leandro Sorgato*

Uma recente pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) indica que 83% das empresas brasileiras precisarão inovar para sobreviver ou crescer no pós-pandemia. Ao mesmo tempo, o Índice Global de Inovação coloca o Brasil na 62ª posição mundial. Isso porque, enquanto os países no topo do ranking investem na inovação como principal estratégia de desenvolvimento, nossos investimentos em ciência e tecnologia não têm sido prioridade.

Mesmo assim, o Brasil tem grande potencial para inovar. Inúmeros estudos já demonstraram que o brasileiro é um dos povos mais empreendedores e criativos do mundo, mesmo que por necessidade. Nosso País já registra importantes experiências de sucesso em inovação. Mas o problema é que tais iniciativas ocorrem, em sua maioria, de maneira fragmentada, seja por governos locais que articulam estratégias com entidades sociais, instituições acadêmicas e de pesquisa; por empresas que já nascem inovadoras (start-ups); ou aquelas que, por conta própria, buscam inovar sobre produtos, serviços e processos já existentes. É o caso de regiões como Santa Catarina, que investe em um ecossistema de inovação; e de segmentos como o financeiro e educacional, que há muito tempo identificaram essa tendência.

Vivi esse aprimoramento de modelo de negócio intensamente à frente da Uceff, quando decidimos apostar no modelo de ensino híbrido em um momento em que pouco se falava nesse formato. Hoje é um modelo inovador e que nos orgulha muito, pois alia qualidade, dinamismo e praticidade que o mundo moderno exige. Por isso, integrar esse ecossistema e por meio dele contribuir para melhorar a vida das pessoas e dos lugares, é motivo de celebração neste Dia Mundial da Criatividade e Inovação, em 21 de abril.

Mas considerando que mais de 90% dos negócios no Brasil são micro e pequenas empresas, nosso desafio enquanto sociedade é estimular cada vez mais a prática inovadora aos pequenos empreendedores e profissionais de diferentes áreas. A pandemia está acelerando este movimento, e até mesmo modificando o significado de inovação para muitas empresas que consideravam esta uma prática meramente criativa e opcional. Nestes novos tempos, adaptar-se e inovar tornou-se uma questão de sobrevivência. É encontrar novas e criativas soluções para antigos problemas. É gerar valor, novas dinâmicas e oportunidades para as pessoas, o mercado e a sociedade, criando um círculo virtuoso para todos. Inovar não é uma escolha, inovar é preciso.

*reitor da Uceff Faculdades


Publicações Legais
Transparência Criciúma 2
Anúncio Radial
Palhoça Parques
Rech

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro