Lê Notícias - Cifra Econômica- Cifra Econômica | Por que o Brasil é o país do futuro do pretérito
Close Menu

Busque por Palavra Chave

Cifra Econômica | Por que o Brasil é o país do futuro do pretérito

Por: Daniel Ribeiro
17/05/2024 09:48
Tamanho da fonte: A A

À medida que avançamos em 2024, é crucial refletir sobre os fatores que impulsionaram a economia brasileira e o que esperar para o futuro. Embora a política interna seja frequentemente o foco das discussões, o desempenho econômico do Brasil tem sido amplamente favorecido por condições externas e reformas estruturais antigas que agora estamos colhendo.

Nos últimos anos, a Bolsa de Valores brasileira tem se destacado internacionalmente. Em 2022, foi a de melhor desempenho em dólares no mundo, e em 2023, manteve-se entre as cinco melhores. Esse resultado reflete um cenário global favorável aos mercados emergentes.

Assim como nos primeiros governos de Lula, o Brasil se beneficiou de um ciclo positivo de commodities. Altos preços de soja, petróleo e minério de ferro impulsionaram o crescimento econômico, aumentando a receita de exportação e atraindo investimentos.

Reformas trabalhista e previdenciária, além de avanços em infraestrutura e saneamento, aumentaram o crescimento potencial do Brasil. Essas mudanças estruturais têm proporcionado um ambiente mais favorável para negócios e investimentos de longo prazo.

Um fator notável foi a gestão eficiente da inflação, permitindo cortes antecipados nas taxas de juros. Isso foi facilitado por uma política monetária prudente e pela valorização do real, que ajudou a reduzir os preços de importados.

A invasão da Ucrânia pela Rússia em 2022 beneficiou o Brasil, que emergiu como um grande mercado emergente com baixo risco geopolítico, atraindo investimentos que antes iam para regiões mais arriscadas, como a Rússia e a China.

O Congresso brasileiro, dominado pelo centrão, tem desempenhado um papel crucial na estabilização da economia, evitando extremos e garantindo que o Brasil não siga os caminhos de crise profunda observados em países como Argentina e Venezuela.

Para 2024, esperamos que esses fatores continuem a influenciar a economia brasileira. O ciclo de commodities deve manter seu impacto positivo, embora as enchentes possam afetar. As reformas estruturais antigas continuarão a proporcionar uma base sólida para o crescimento, e a gestão prudente da inflação e da política monetária deve manter a estabilidade econômica.

Adicionalmente, o cenário geopolítico global e os movimentos de capitais internacionais continuarão a favorecer o Brasil, posicionando-o como um destino atraente para investimentos. No entanto, é essencial que o Brasil continue a evitar erros críticos que possam minar esse crescimento.


Crea Julho
Unochapecó
Publicações Legais

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro