Close Menu

Busque por Palavra Chave

Arte & manhas | Imagens de um mundo flutuante

Por: Luís Bogo
22/07/2022 17:19
Tamanho da fonte: A A
Divulgação

Há cerca de 30 anos participei da produção de um livro de arte que reproduzia obras feitas com carimbos de madeira, através de uma técnica japonesa chamada ukiyo-e, que usa carimbos para produzir obras de extrema riqueza estética. Mas, antes de tentar avaliar o valor estético, vou-me ater às lembranças que a arte pode nos trazer; pois, de acordo com sábia amiga, “certas lembranças são a riqueza mais importante para se ter de herança”.

Não tenho preconceitos quando o assunto é cultura. Aceito informações de origens japonesas, chinesas, coreanas, inglesas, francesas e italianas e mesmo australianas, se algum canguru me der um “oi”, ao invés de um tapa, e me pedir um “brigadeiro” bem brasileiro.

Mas, no caso desta obra, encomendada pela Fundação Brasil-Japão e com originais do Museu Mokiti Okada, além do trabalho exaustivo que culminou com a publicação do livro, temos que considerar a qualidade artística do que foi impresso e publicado, em papel de finíssima qualidade.

O controle de qualidade japonês já era sensível no mundo naquela época. Desta forma, cadernos que poderiam ser impressos em velocidade normal, eram realizados em velocidade seis vezes menor. Eu e Massao Ohno passamos madrugadas na gráfica, acompanhando com carinho aquela produção. A propósito, o livro foi impresso na gráfica Parma, em Guarulhos, que já nem sei se existe.

Agora, vamos ao conteúdo: além da técnica milenar, o livro nos traz beleza. Reproduz imagens que nos elevam a outros patamares de consciência ou inconsciência, permitindo reflexões e sonhos.

Isto nos permite pensar sobre o valor e a utilidade da beleza. É óbvio que se deparar com uma bela imagem faz bem para os olhos. Porém, a beleza por si só não carrega mensagem alguma além do agrado à visão.

A beleza pura (ou impura) precisa ser processada pelo pensamento. Palavras soltas, fugazes imagens, precisam adentrar a alma para que ganhem significância ou significado.

O meu ideal é que tudo que eu veja tenha reflexos no meu coração e na minha mente. Portanto, tenho o maior respeito quando observo um quadro, uma escultura ou leio um poema.

Além da obra, sempre haverá um tanto da alma de quem a produziu.

Respeitemos as artes. Sejam as modernas ou milenares.


Fecam
OktoberFest
CORAÇÃO DE SC
Rech
Publicações Legais

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro