Close Menu

Busque por Palavra Chave

Oposição envergonha o Brasil; MBL fracassou; Tullo Cavallazzi no jogo; Tapetão no PSDB; Chiodini, Coelho e Fabricio; Doria é o medo da situação

Por: Marcos Schettini
13/09/2021 09:52
Tamanho da fonte: A A
Investimentos Criciúma
Peste Suína Setembro - Interno
Beira-Mar Casan
Governo do Estado de São Paulo

Doria é a ruptura da mesmice extrema

João Rodrigues fez uma contundente defesa de Jair Bolsonaro e atacou o governador Doria, um dos nomes do PSDB para disputar as eleições como opção real da terceira via, para se firmar no grupo que apoia o presidente da República. O prefeito de Chapecó está certo em bater em um dos principais nomes da oposição, mas fala para o grupo a que pertence. Doria venceu as eleições em SP, contra o PT e todos os adversários internos e se tornou prefeito da maior capital do país. Aliou-se, como todos, a Bolsonaro e, logo após, rompeu inteligentemente. Os marqueteiros mataram Alckmin ao apresentar sua candidatura como Geraldo, tirando seu sobrenome, a força grandiosa nas urnas, afundando sua campanha a presidente. Ajudou a reeleger Bruno Covas e foi bater de frente com o presidente mais irresponsável do planeta. Rodrigues bate na força política do atual líder dos paulistas porque sabe que a candidatura tira os votos do inquilino do Palácio da Alvorada. Não é um ataque apenas, mas combinado em Brasília para ter a reação. Até porque, isolado de todos, fala para seus iguais na Esplanada ou Av. Paulista quando faz um chamamento para um golpe frustrado. Agora, desmoralizado, precisa de vozes como o marido de Fabiana Rodrigues. Se Doria vencer as prévias, afoga o que resta. Eduardo Leite é o candidato que Bolsonaro precisa para garantir a reeleição.


RIDÍCULO

As manifestações contra o governo federal aconteceram num excelente momento para que se ridicularizarem perante a opinião pública. Os bolsonaristas riram e fizeram muito bem. Mostra o quanto a oposição, não somente patética, é desorganizada.


FIASCO

Jair Bolsonaro mostrou força da sua bolha, fazendo chamamento para grandes concentrações e, por serem completamente seguidores, não interessam as condições do tempo, vão onde o chefe manda. Neste caso, a oposição é relaxada total.


SOCORRO

O tal de MBL é um limão no leite. Passaram vergonha porque, um dos responsáveis pela derrubada da Dilma, são um grupo de pontinhos. A demonstração de fraqueza foi tão violentamente ridícula que vai fazer Kim Kataguiri repensar sua volta a Brasília.


DIFICULDADE

Eleição na OAB de SC começa a ganhar corpo. Caso Tullo Cavallazzi assuma sua condição de candidato, embora tenha tido grande dificuldade para compor uma chapa, inclusive com mulheres se negando a aceitar. Se não se acovardar, ficam quatro chapas.


SUFOCANDO

Geovania de Sá percorreu várias regiões do Oeste e correu para a grande reunião do PSDB. Um dos tropeços em construção no ninho, é antecipar a votação interna para escolha do candidato a presidente sem que eles tenham debatido. A data para decisão deve ser após e não antes.


RACHA

Embora tenham ido ao Piratini para prestigiar Eduardo Leite, lideranças do PSDB estão com Doria. Além do encontro em Joinville, liderado pelo empresário Cromácio Rosa, agora foi Blumenau. O prefeito de Indaial, André Mozer, que esteve em Porto Alegre, foi ao encontro pró governador paulista.


TAMBÉM

Na verdade, o PSDB está rachado desde a composição do bloco pró e contra Carlos Moisés. Como o governador derrotou Gelson Merisio pela terceira vez, estão apostando na candidatura dele em 2022 para abatê-lo de vez.


PRESSÃO

Geovania de Sá havia sustentado que a escolha do nome seria em outubro com liberação do voto do diretório. Mas Gelson Merisio colocou a faca no pescoço da deputada para antecipar a votação. Como sempre fez, quer tudo no atropelo e socando seus interesses goela abaixo.


ABSURDO

Ao estuprar 19 de outubro, a data definida pelo Diretório Nacional do PSDB, para o debate dos quatro pré-candidatos, método democrático para definir quem deles será escolhido nas prévias de novembro, Gelson Merisio mantém a má fama ao impor sua regra e virando a mesa para seu ego.


TUCANAGEM

Flávio Molinari, Ramiro Faveri, Márcio Selhorst, Elton Possamai, Lindomar Lindner, tem Raquel Rufino que assumiu no lugar de Márcio, são os cinco vereadores do PSDB local. Com prefeito André Mozer, Indaial é o maior reduto plumado de SC.


RESPEITO

Mário Hildebrandt, prefeito de Blumenau, foi quem recebeu Vinicius Lummertz, secretário de Turismo de SP, com Maria Regina de Souza, vice-prefeita do PSDB. No ato, os vereadores Alexandre Matias e Maurício Goll, o ex-senador Dalírio Beber e o médico Marco Antônio Wanrowsky.


ARTICULADO

Amigo pessoal de JHC, Carlinhos Chiodini trouxe o prefeito de Maceió para ver de perto as ousadias administrativas de Fabrício Oliveira em Balneário Camboriú. Os prefeitos do Podemos e do PSB de Alagoas trocaram experiências de gestão dentro da juventude que demonstram.


FUTURO

João Henrique Caldas venceu a eleição em Maceió contra Renan Calheiros e seu filho, hoje governador de Alagoas. JHC teve como vice o ex-governador alagoano, Ronaldo Lessa, do PDT, e venceu tudo e todos. Tem formação em Harvard e visão política como Fabrício Oliveira que muda a cara de Balneário Camboriú.


RELAÇÃO

Carlinhos Chiodini tem amizade pessoal com JHC e, ao lado de Rodrigo Coelho, quadro firme do Podemos, foram ver de perto o alargamento da praia central. Os dois deputados federais tricotam na mesma linha política. É a geração do futuro. Cada um com seu jeito, mas olhando na mesma direção.




Alesc - Julho
Investimentos Criciúma
Fiesc Setembro
Blumenau pronta para crescer
Rech
Publicações Legais

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro