Close Menu

Busque por Palavra Chave

Fecam é modelo nacional; A luta pela vacina e aposta tecnológica; Chapas dividem conquistas; A unidade dos municípios em meio à crise nacional

Por: Marcos Schettini
10/01/2022 10:01
Tamanho da fonte: A A
Divulgação

Fecam é a maior entidade do país

Não precisa comparações com outros estados, principalmente SP, MG e RJ, para citar grandes forças da economia e da política no Brasil, para entender o tamanho alcançado pela Federação Catarinense de Municípios. A soma de esforços de ontem, fizeram a instituição ser respeitada no país. São pensamentos de direcionamento que as 21 associações realizam em cada região. Modelos de afinação que deram sustentação para que Clenilton Pereira desse velocidade e entrosamento simultaneamente. O prefeito de Araquari, na dinâmica de sua juventude e capacidade de mexer, com respostas rápidas, deu voz e força aos 295 líderes municipais. Sem liderança e capacidade para fazer acontecer, qualquer iniciativa é pobre. Com tecnologia para dar base de informação rápida e suporte suficiente, cada condado tem sua particularidade e desafio. Não é à toa que é exigido uma diretoria com firmeza de decisões e capacidade política. Nestes péssimos exemplos de desrespeito e ataques aos Poderes constituídos, à imprensa e à democracia, atividades baixas e vergonhosas que o Palácio do Planalto tem mostrado aos brasileiros e ao mundo, ter pulso e controle político e econômico das esferas que compõe SC, uma colônia de férias do presidente da República, mas ignorada em investimentos e gratidão ao eleitor, a Federação Catarinense de Municípios precisa estar unida na mesma direção. A palavra é união para o melhor em favor dos cidadãos.


PESADO

O retorno às colunas de 2022 serão ainda mais analíticas. Informações com leituras para que o cidadão, o leitor e imediatamente eleitor, possa entender o cenário nacional e estadual. Tudo acontece nos municípios, mas a batuta é em SC. Será a eleição da prova da democracia.


ENTÃO

A primeira eleição do ano no campo político será na Fecam. A entidade vai viver, possivelmente, chapa única para formatar nova diretoria. A gestão Clenilton Pereira foi a mais ousada e dinâmica que passou pela entidade dos prefeitos. Deveria ter buscado bis.


BIS

Não ter reeleição para novo mandato à frente da Fecam, é patético. Os prefeitos buscam suas reeleições nos municípios, mas dirigir na Federação que fala em seus nomes, é um mandato de um ano. É um estatuto sem sentido e propósito. Clenilton vigorou, deu luz e sai.


NOME

Cresce muito o nome de Jorge Koch para presidir a Fecam. O prefeito de Orleans é o atual tesoureiro e, por ser delegado da PC, tem a marca da seriedade e lucidez no trato com o dinheiro da instituição. A campanha para que assuma o desafio, ganha corpo e altura.


FECAM

Convencido em disputar a presidência, Jorge Koch vai sendo apresentado aos prefeitos de SC como um quadro de convergência, bom ouvido e tranquilidade política. Durante a gestão Clenilton Pereira, o prefeito de Orleans criou, deu luz no controle do dinheiro público e, por isso, querem sua presidência.


OPOSIÇÃO

Qualquer outra chapa tem direito à disputa, mas vai ter grande dificuldade para gerar um debate de ataque ao modo Clenilton Pereira de presidir a Fecam. O maior cabo eleitoral em favor de Jorge Koch é o reconhecimento dos prefeitos. A entidade tem voz, vez e respeito político em SC.


VERSATILIDADE

A Fecam viveu as melhores discussões durante 2021. Clenilton foi a SP se entender com Doria e Vinicius Lummertz buscando a vacina que o psicopata Jair Bolsonaro nega. Assim começou a vacinação em SC. Modernizou e apostou em tecnologia. Jorge Koch, o nome, sempre junto.


CARA

Continuidade é o nome da chapa liderada por Jorge Koch para disputar a presidência da Fecam. O trabalho e a seriedade na condução da entidade, pesou na escolha como identidade do grupo. Mas não está fechada para um entendimento sem disputa.


CONCILIAÇÃO

Um grupo de quadros liderado pelo ex-deputado Jailson Lima e o advogado Jorge Lacerda tem mobilizado para construir um entendimento para chapa única. Eles têm números de satisfação e entrosamento dos prefeitos para evitar um confronto. Se der.


REAL

Como os índices de satisfação e fortalecimento da entidade foram fundamentais para dar agilidade à Fecam, o coletivo deseja compor uma super chapa para dar continuidade aos trabalhos na instituição. Amanhã sai o edital de inscrição. Se não tiver outra forma, vai haver disputa.




SP Convention
Essenciais de Verão
Rech
Publicações Legais

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro