Close Menu

Busque por Palavra Chave

Oxigênio e medicamentos podem acabar no Hospital Frei Bruno em Xaxim

Por: LÊ NOTÍCIAS
20/03/2021 09:56
Patrícia Vanzin Profissionais do HFB temem possível desabastecimento de oxigênio e medicamentos Profissionais do HFB temem possível desabastecimento de oxigênio e medicamentos

O número de internações para tratamento do Covid-19 diminuiu, mas a situação continua preocupante no Hospital Frei Bruno (HFB), em Xaxim. No final de fevereiro a maior dificuldade era com relação à superlotação, no entanto, atualmente o que preocupa é um possível desabastecimento de oxigênio e medicamentos. Desde quinta-feira (18), a direção do Hospital vem buscando medidas para impedir um colapso no sistema.

Através de ofício, a direção do hospital foi informada pela empresa distribuidora de oxigênio (Air Liquide Brasil LDTA), que os estoques estão comprometidos. No documento, a própria empresa lamenta a “situação com consequências inesperadas” e sugere o contato com demais fornecedores. Segundo dados do hospital, em outras épocas (períodos normais), o consumo de oxigênio era de cinco torpedos diários, hoje, esse número ultrapassa os 50.

Outra preocupação é com relação a dificuldade para aquisição de medicamentos usados para a intubação de pacientes que precisam ser encaminhados para UTI (o Hospital Frei Bruno não conta com Unidade de Terapia Intensiva). Em Xaxim, existem cinco respiradores artificiais e conforme a direção do hospital, ainda há estoque de medicamentos, no entanto existe apreensão dos profissionais, já que não se sabe como será a demanda nos próximos dias. Nas últimas semanas, vários pacientes foram intubados no hospital e transferidos para UTIs da região.

Diariamente a direção do Hospital Frei Bruno divulga um boletim com a taxa de ocupação para o tratamento do Covid-19. Ao todo são 26 leitos SUS (dez deles implantados no último dia 19 de fevereiro); mais seis leitos para convênios e particulares. Conforme os números deste sábado (20), estão internados 14 pacientes em leitos SUS; e outros cinco em leitos particulares. A faixa etária dos pacientes vai de 21 a 86 anos. Nenhum óbito foi registrado nas últimas 24h e no momento não há pacientes aguardando uma transferência.

Nas últimas semanas, um dos piores cenários foi registrado no dia 24 de fevereiro, quando houve a lotação dos 26 leitos disponibilizados via SUS. Além disso, naquele dia, 12 pacientes aguardavam no Pronto Socorro, por um leito de enfermaria ou para serem transferidos para outro hospital. Todos os pacientes estavam no oxigênio.

O maior número de óbitos, foi registrado no dia 06 de março. Foram seis vítimas do Covid-19, em apenas 24h – pacientes com idades de 83, 63, 43, 50 e dois deles com 71 anos.

Conforme a direção do Hospital Frei Bruno, “apesar da baixa no número de internações, a situação ainda é muito preocupante. Não há como prever a demanda por internações e procedimentos nas próximas horas. A situação segue muito grave. Estamos fazendo todos os esforços para que não tenhamos a falta de oxigênio ou de medicamentos. No entanto, pedimos para que a população também faça sua parte. Todos precisam se conscientizar e seguir com as medidas de prevenção ao Covid-19.”

O hospital de Xaxim está credenciado para tratar pacientes de Covid-19 de toda a região. Somente no último dia 15, do total de 25 pacientes internados, haviam pessoas de Abelardo Luz, Marema, Lajeado Grande, Cordilheira, Coronel Freitas, Chapecó, Quilombo e Formosa do Sul.


Outras Notícias
Palhoça Você em Dia - Mobile
Covidômetro - Florianópolis - Julho
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro