Close Menu

Busque por Palavra Chave

Guarujá - SP - Mobile

Moisés e Altair Silva anunciam R$ 9,5 milhões para minimizar os impactos da estiagem na região de Chapecó

Aires Mariga/Epagri Famílias de 19 municípios da região de Chapecó foram contempladas pelo Governo do Estado Famílias de 19 municípios da região de Chapecó foram contempladas pelo Governo do Estado

Os municípios da região de Chapecó contam com R$ 9,5 milhões em investimentos para minimizar os impactos da estiagem. As ações fazem parte do Programa SC Mais Solo e Água, que apoia captação, armazenagem e distribuição de água, além da conservação de fontes e nascentes. Só em 2021, serão R$ 100 milhões em recursos para todo o estado. O governador Carlos Moisés e o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, oficializaram na sexta-feira, 8, o repasse de recursos para famílias de 19 municípios da região Oeste.

“O Governo do Estado valoriza o homem do campo, quem produz, quem está no dia a dia na labuta e é por isso que estamos fazendo este investimento, que levará mais qualidade de vida e aumentará a capacidade de produção. Fazer esta entrega no Oeste é entender cada vez a região. E este tem sido o nosso trabalho, o de percorrer todas as regiões de Santa Catarina para atender às principais demandas. Nenhuma região ficará esquecida”, declarou o governador.

O Governo do Estado prevê investir R$ 300 milhões no Programa SC Mais Solo e Água nos próximos três anos. O valor será destinado para financiamentos sem juros para produtores rurais, subvenção de juros de financiamentos contratados junto ao agente bancário e aquisição de equipamentos para reforçar a ação das prefeituras.

“O governador Carlos Moisés, com apoio da bancada do Oeste, teve a sensibilidade de atender aos produtores rurais e criou um programa de R$ 300 milhões destinados à resiliência hídrica. A adesão dos produtores para fazer a reserva de água tem sido muito positiva, aproveitando o incentivo que o Governo do Estado está colocando à disposição através da Epagri. É um programa que vai permitir que produtor enfrentar os períodos de escassez hídrica. Com isso, a propriedade rural continua produzindo e gerando riqueza para Santa Catarina e principalmente fazendo com que o produtor mantenha a sua renda na propriedade rural”, ressalta o secretário da Agricultura.

Embora o Programa esteja aberto para todo o estado, é no Oeste e Extremo Oeste que está a maior concentração de investimentos devido à alta procura dos produtores rurais e também às estiagens recorrentes nos últimos anos. Na região de Chapecó estão sendo apoiados cerca de 317 projetos de crédito.

O governador Carlos Moisés e o secretário da Agricultura Altair Silva estão percorrendo os municípios para divulgar os novos programas e também realizar a assinatura de contratos com produtores rurais beneficiados. Na sexta-feira, as entregas ocorreram em Caxambu do Sul.

Programa SC Mais Solo e Água

O Programa SC Mais Solo e Água agrega os Programas Prosolo e Água SC e o Investe Agro SC – Água para o Campo.

Com o Prosolo e Água, além de oferecer financiamentos sem juros, a Secretaria de Estado da Agricultura garante a subvenção entre 50% e 75% nos investimentos voltados para captação, armazenagem e distribuição de água. Ou seja, o agricultor irá pagar apenas metade ou um quarto do valor financiado.

Na linha Água para Todos, os produtores têm acesso a até R$ 100 mil, sem juros e com quatro anos de prazo para pagar. Podem ser feitos investimentos em captação, armazenagem, tratamento e distribuição de água na propriedade rural. Os beneficiários adimplentes terão uma subvenção de 50% no valor das parcelas, em outras palavras, o Governo do Estado pagará metade do financiamento.

Apoio extra para famílias em vulnerabilidade social e de renda

As famílias em situação de vulnerabilidade social e de renda terão um apoio ainda maior. O limite será de R$ 20 mil, sem juros e com quatro anos de prazo, o bônus chega a 75% em caso de pagamento das parcelas em dia. Nesse caso, se o produtor acessar o valor máximo do financiamento (R$ 20 mil), ele irá pagar apenas R$ 5 mil, sendo o restante garantido pela Secretaria da Agricultura.

Investimento na conservação de fontes e nascentes

Os produtores rurais contam com apoio, também, para isolamento e recuperação de mata ciliar, proteção e recuperação de nascentes, terraceamento e cobertura do solo. Na linha Cultivando Água e Protegendo o Solo, estão disponíveis financiamentos de até R$ 30 mil, sem juros e com quatro anos para pagar, sendo um ano de carência. Os beneficiários adimplentes receberão subvenção de 50% no valor das parcelas.

Subvenção aos juros de financiamentos

A Secretaria da Agricultura ampliou, também, os limites para o programa Investe Agro SC - Água para o Campo. Os produtores podem acessar até R$ 150 mil, com a subvenção de juros de até 3% e repasse em uma única parcela para os beneficiários. São incentivados projetos de captação, armazenamento, tratamento e distribuição de água para utilização na propriedade.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Fiesc Setembro
Zagonel
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro