Close Menu

Busque por Palavra Chave

AQUI TEM GOVERNO

Dário sai do MDB hoje sem olhar para trás; Jorge Boeira aguarda conclusão para decidir; Claudio Vignatti em SP

Por: Marcos Schettini
20/12/2021 19:06 - Atualizado em 20/12/2021 19:11
Divulgação

DECIDIDO

Dário Berger está com a carta de adeus ao MDB, mas com dois tipos de conteúdo. Um em demonstração do histórico vivido junto aos ulyssistas, agradecimento às bases e sua altura conquistada na confiança de LHS e, outra, das vezes em que não disputou o governo por gestos.


TCHAU

O tempo do senador é hoje à noite, na hora do galo. Depois disso, olhar definitivamente para frente e fazer o MDB se arrepender de sua exclusão e aceitação de saída. Isso quer dizer que o partido de Ulysses Guimarães vai fazer o gesto de assumir a maçaneta final.


DIVULGAÇÃO

A Carta Testamento Ulyssista tem linha de gratidão, mas com mensagem subliminar de desrespeito do partido. O senador sabe que ao dar um ultimato à decisão da Executiva, foi convocado para tal. As chamadas prévias, como se soube, nunca existiram. Foi um empurrão.


EMPURRÃO

O filho da dona Melida Schlemper Berger soube, por antecipação, que nunca iria ser o candidato a governador pelo MDB. Sabe que o partido está mergulhado no projeto pró Carlos Moisés e, para sair vivo disso, abraça Lula da Silva para, dando ou não certo, está no governo se vencer 2022.


AMBOS

Jorge Boeira aguarda para ler a Carta Testamento de Dário e dizer o que vai fazer. Como o Progressistas definiu Esperidião Amin para o sufrágio de amanhã, ele sai hoje. Embora Aldo Rosa, o todo poderoso secretário-geral nacional e estadual da sigla, veja o criciumense mantido.


TRABALHANDO

Se Dário já chutou o palanque central no MDB, ele sai do partido, dá o tempo necessário, espera Claudio Vignatti, presidente do PSB/SC, voltar das férias em SP, onde descansa no tête-à-tête com Márcio França e Geraldo Alckmin, já desenhando o palanque de Lula da Silva.


CONGESTIONAMENTO

Jorge Boeira quer ler a carta de Dário, mas já sabe o conteúdo e que o senador tem a preferência de Lula em SC. Não que o empresário de Criciúma não seja alto, mas o senador ex-MDB tem habilidade na pavimentação. E conta com Gelson Merisio à sombra.


LIMPEZA

Depois de hoje, amanhã. Assim é que Dário encara sua saída. Deixa o abraço e uma piscadinha aos quadros que querem seu nome. Leva Mauro Mariani junto. O ex-deputado federal tatuou o senador na testa. Para sempre.


Alesc - Junho - Mobile
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro