Close Menu

Busque por Palavra Chave

AQUI TEM GOVERNO

Fundação Logosófica | A grande virtude do conhecimento logosófico

Por: Fundação Logosófica
10/04/2022 22:46
Milad Fakurian/Unsplash

Além de todas as outras vantagens que o conhecimento logosófico oferece, existe uma que bem pode ser definida como grande virtude, por ser ela, precisamente, uma das características que mais o distinguem e particularizam quando se quer compará-lo com quaisquer dos conhecimentos que estruturam os sistemas filosóficos conhecidos.

Entre as numerosas deficiências que se notam no temperamento dos seres humanos, há uma muito comum: a carência de iniciativa própria. A inércia mental, conseqüência da inatividade da função de pensar, mantém adormecida a capacidade criadora da inteligência. Correlata a isso, e como uma conseqüência natural, aparece a falta de estímulos, os quais se mostram esquivos aos que não sabem desfrutá-los com discrição. Abusar deles é perdê-los.

O segredo para evitar isso está em conservar o lugar de preferência que se lhes ofereceu ao buscá-los. É comum dizer, e às vezes com alguma razão, que os estímulos de hoje não costumam ser os de amanhã, perdendo-se então o interesse por eles. Nos casos em que isso acontece, o ser deve preencher o vazio deixado por esses estímulos com outros que superem os anteriores.

É aqui que se observa o precário estado psicológico de muitos seres humanos que, sem saber definir nada do que lhes ocorre, nem a que atribuir o estancamento de suas vidas, passam seus dias e amontoam seus anos em velhice infecunda. Faltos de condições próprias para abrir seus entendimentos ao exame das experiências e situações, e absorvidos, além disso, pela influência de suas idéias, nada que não sejam os caprichos da sorte favorece o feliz movimento de seus pensamentos.

O conhecimento logosófico supre no homem tal deficiência, fazendo-o pensar em coisas que jamais lhe haveriam ocorrido. Como conhecimento, edifica e impulsiona, a um só tempo, os afãs de capacitação; como ensinamento, desperta o entusiasmo e, enquanto orienta o entendimento, promove sugestões que a mente capta e a inteligência traduz em iniciativas. Eis, portanto, a grande virtude que, conforme dizíamos, o conhecimento logosófico possui, comprovada por todos os que dedicam parte de seu tempo à leitura, observação e estudo desta ciência.

Quando o espírito desperta para uma realidade ainda não experimentada e o homem confirma que pode capacitar-se e iluminar sua vida com idéias felizes, nunca manifestadas nele, produz-se em seu ser um estremecimento de alegria. Estes primeiros êxitos o enchem de entusiasmo, e ele sente, pela primeira vez em sua vida, que pode ter confiança em si mesmo.

E é bem sabido que confiar em si mesmo é sentir-se capaz de levar a cabo um empreendimento e dispor de todos os recursos que a realização de tal empreendimento exige. O mau é quando se sobreestima a própria capacidade, pois, levado por semelhante presunção, são cometidos erros que, no final das contas, conduzirão inevitavelmente ao fracasso.

O conhecimento logosófico, que se fundamenta na realidade da vida humana e de tudo quanto existe, desperta a iniciativa e ensina a conduzir o pensamento por caminhos seguros, rumo a felizes culminações.

Em cada novo dia que a vida penetra, o ser deve encontrar um incentivo para vivê-la melhor e, também, algo que lhe dê inspiração sobre o que deve fazer para que os dias vindouros superem os atuais, e para que, ao vivê-los, estes lhe proporcionem o benefício de sentir-se cômodo, seguro e pleno de felicidade.


Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro