Lê Notícias - Política - Alesc aprova projeto de combate à violência...
Close Menu

Busque por Palavra Chave

JUNHO VIOLETA

Alesc aprova projeto de combate à violência contra pessoas idosas e deficientes

Agência AL A Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou o projeto do deputado Dr. Vicente que institui o "Junho Violeta", ampliando a conscientização contra a violência a idosos e pessoas com deficiência A Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou o projeto do deputado Dr. Vicente que institui o "Junho Violeta", ampliando a conscientização contra a violência a idosos e pessoas com deficiência

O Plenário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) aprovou nesta semana o projeto de lei do deputado Dr. Vicente, que institui o "Junho Violeta". Durante o mês, governo e órgãos públicos deverão realizar campanhas e ações para conscientizar a população sobre a violência contra pessoas com deficiência e idosos, além de incentivar a denúncia de abusos. O projeto segue agora para sanção do governador.

Até então, o "Junho Violeta" era dedicado exclusivamente às ações de prevenção da violência contra a pessoa idosa. O Projeto de Lei 376/2023, apresentado pelo parlamentar, amplia essa iniciativa, incluindo também ações para combater a violência contra pessoas com deficiência.

A proposta visa a mobilizar a sociedade para a importância de proteger os mais vulneráveis e garantir que os responsáveis pelos abusos sejam punidos.

"Violência é abominável; contra os indefesos, é imperdoável!", disse o deputado. "Infelizmente, vemos uma escalada dos casos de violência contra idosos e pessoas com deficiência ano após ano. É preciso conscientizar e informar sobre essa realidade e os diversos tipos de violência a que esse público está vulnerável, como a violência física, econômica, moral, psicológica, negligência, abandono, sexual e privação da liberdade”,

Dr. Vicente argumenta que o fato de essa violência ocorrer, em grande parte, dentro das residências, onde o autor é muitas vezes um familiar ou tutor, torna a denúncia dos fatos às autoridades mais difícil. “Como o idoso fará isso? Como uma pessoa com deficiência mental ou com dificuldade de comunicação fará isso? É preciso a atenção de toda a sociedade. É através das denúncias que os órgãos competentes poderão agir, interromper o ciclo de violência e até mesmo evitar que mortes aconteçam."


Outras Notícias
Governo de SC
Prefeitura de Chapecó
Semasa Itajaí
PALHOÇA
Câmara Floripa
Unochapecó
Prefeitura Floripa Junho
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro