Close Menu

Busque por Palavra Chave

Transparência Criciúma

Entrevista | Gean Loureiro se diz realizado, evita falar de futuro partidário e nega mudanças administrativas

Por: Marcos Schettini
26/11/2019 14:29 - Atualizado em 26/11/2019 14:38

Considerado um político trabalhador, que acorda cedo e dorme tarde, vistoria obras, participa de reuniões, ouve conselhos e aponta diretrizes, o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, que deixou o MDB em maio e segue sem partido, se diz focado na administração e nos projetos da capital dos catarinenses. Em entrevista exclusiva ao jornalista Marcos Schettini, Gean se diz “um homem realizado”, mesmo após a prisão em junho, durante ação da Polícia Federal que foi considerada injusta por muitos aliados e opositores.

Marcos Schettini: Qual sua avaliação do Governo Federal e de SC neste primeiro ano de mandato?

Gean Loureiro: Acho cedo para termos conclusões ainda. O resultado falará por si. Da minha parte, enquanto prefeito, torço e colaboro para que as coisas deem certo. Se o Brasil e Santa Catarina forem bem, ajudará a fortalecer a economia de Florianópolis.

Schettini: Seu governo está baseado em obras. É isso que a população precisa?

Gean Loureiro: Não considero nosso governo baseado em obras. É bem verdade que as centenas de obras têm chamado a atenção, mas nosso objetivo e foco de governo sempre foi na melhoria da qualidade de vida dos moradores. Obras podem ser um meio para este fim. Gosto de dar o exemplo do programa Praça Viva, onde estamos revitalizando todas as praças da cidade, mais de 180. Para alguns pode ser só uma área de lazer, mas para a cidade é um espaço para praticar atividade física, trazendo mais bem-estar e prevenção, precisando menos do sistema de saúde. Assim como traz mais segurança ao espaço, que volta a ser utilizado e movimentado. Praça Viva, portanto, é um programa de obras cujo resultado final é mais saúde e segurança.

Schettini: Quem é Gean Loureiro depois de tudo o que passou?

Gean Loureiro: Eu sou um homem realizado acima de tudo. Tenho saúde, fé, uma família linda que me dá muita força, amigos de verdade e faço o que mais sonhei em fazer: administrar minha cidade.

Schettini: Qual é seu destino partidário?

Gean Loureiro: Florianópolis.

Schettini: Se a eleição fosse hoje, o senhor votaria em Gean Loureiro por qual motivo?

Gean Loureiro: Pela vontade de acordar todos os dias cedo para fazer uma cidade melhor. Acho que já demos prova de capacidade de trabalho e realização.

Schettini: Quem são seus adversários diários?

Gean Loureiro: O tempo e a burocracia. Se estamos fazendo muitas obras é porque fomos demasiadamente insistentes. A burocracia atrapalha tanto o privado quanto o público que quer fazer coisas boas.

Schettini: O PSL se desintegra mais por nunca ter um projeto ou por que está se purificando de extremismo?

Gean Loureiro: Eu não vivo o PSL, então não me sinto capaz de opinar sobre isso.

Schettini: Seu secretariado vai sofrer alteração?

Gean Loureiro: Não pretendo. Nos momentos mais difíceis superamos as dificuldades e agora estamos colhendo as entregas, as realizações. Em time que está ganhando não se mexe.

Schettini: Quem são os aliados reais na Câmara de Vereadores?

Gean Loureiro: Todos aqueles que trabalham em prol da cidade. Fazer política é saudável, já a politicagem que torce contra a cidade é prejudicial.

Schettini: Se o senhor decidir seu rumo partidário em dezembro, vai fazer uma reforma para consolidar o projeto?

Gean Loureiro: Independente de escolha de partido, meu foco nos próximos meses é entregar nossas obras e projetos em Florianópolis.

Schettini: O que é velha e nova política depois de 2018?

Gean Loureiro: Nova política é a capacidade de mudar, melhorar, evoluir de acordo com que a população espera da política. Não existe pessoa nova ou velha, existem ideias novas ou ideias velhas.


Transparência Criciúma 2
Anúncio Radial 2
Palhoça Parques
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro