Close Menu

Busque por Palavra Chave

Vieses e consensos | A Alesc vai aprovar a vergonhosa indenização de 3,1 mil para a nata do funcionalismo?

Por: Ralf Zimmer Junior
11/11/2021 11:13
Tamanho da fonte: A A
Divulgação

Com o advento dos processos e procedimentos virtuais, a verdade é que passou ser exceção a necessidade de deslocamento para o trabalho para Procuradores, Defensores e Fiscais da Fazenda.

Fiscais e Procuradores beijando o teto dos subsídios do funcionalismo não estão contentes?

Tem que ganhar mais três mil e cem reais para tirarem o carro da garagem de vez em quando?

Que País é esse?

Ah, mais o governo é refém de quem arrecada, objetam alguns. Como é que é? E as metas de arrecadação, não são verbas indenizatórias?

Tá sequestrado então o Estado de direito?

Façamos assim, que macha que tá ruim receber o teto, peça exoneração e vá ser feliz na iniciativa privada.

Serviço público é para fechar duas portas para quem entra, à da pobreza e à da riqueza.

A vai ter greve? Corpo mole?

Exonera, e abre outro concurso. Há aos milhares querendo ganhar quase quarenta mil de subsídio por mês, décimo terceiro e salário, podem ter certeza disso.

Tenham vergonha na cara e respeitem a decisão do Tribunal de Contas, indenização pelo uso de veículo automotor só por km rodado comprovadamente, mês a mês, e sem essa de ser uma maneira de vir a remunerar indiretamente.

Chega de bandalheira, ou não, senhores e senhoras deputados?


Alesc - Outubro
Floripa - Um novo amanhã
Essenciais de Verão
Rech
Publicações Legais

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro